Images

Gênesis 3:14,15 - A maldição do pecado e o castigo da serpente


A maldição do pecado e o castigo da serpente

Gênesis 3:14,15

V-14.
A maldição do pecado atingiu não só a serpente más toda a criação animal, ainda que ela tivesse de levar uma maldição maior do que os outros animais.

A serpente, que antes era a mais inteligente e bela das criaturas, ficou condenada de agora em adiante, a arrastar-se sobre o pó, se transformando para sempre no símbolo do mau.

Não é de admirar-se que a maiorias dos seres humanos sentem repugnância e temor na presença de uma serpente.

Esta mudança no reino animal serviu para Adão, como um meio de impressioná-lo com as conseqüências de seu pecado.

Deve ter provocado intenso sofrimento em seu coração ao contemplar as criaturas que outrora eram dóceis e obedientes agora se converterem em feras perigosas e peçonhentas.

V-15.

Agora o Senhor deixa de dirigir-se a serpente, para pronunciar juízo sobre satanás.

Este juízo, expressado em linguagem profética, é entendido pela igreja cristã como a primeira profecia sobre a vinda do Libertador.

Jesus Cristo é a semente de que fala este versículo, foi ele quem veio "para desfazer as obras do diabo".

A "semente" se expressa no singular, indicando que não é uma multidão de descendentes da mulher, que vai se ocupar de achatar a cabeça da serpente, senão um só indivíduo fará isso.

Note que Deus fala da semente da mulher e não do homem. Mostrando desde já que o salvador nasceria de uma virgem.

Por essa satanás não esperava, virá alguém para derrotá-lo de novo? Já tinha sido derrotado uma vez no céu.

Más quém e quando será? Apartir daí acompanharemos a incansável busca do inimigo de Deus ao tentar destruir quaisquer que sejam os descendentes que darão continuidade a linhagem que chegará a Cristo.

Estas observações mostram claramente que neste anúncio está condensada a relação do grande conflito entre Cristo e Satanás, uma batalha que começou no céu, continuou na terra, onde Cristo outra vez derrotou a Satanás quando pregado na cruz, e terminará finalmente com a destruição do maligno.

Quão bondoso foi Deus! A justiça divina requeria castigo para o pecado, mas a misericórdia divina já tinha achado uma forma para salvar à raça humana da queda, pelo sacrifício voluntário da semente da mulher.

Não sabemos quanto claro foi o entendimento de Adão sobre do plano da salvação, mas podemos estar seguros de que lhe foi revelado o suficiente para assegurar-lhe que o pecado não duraria para sempre, que da semente da mulher nasceria o Redentor, que seria recuperado o domínio perdido e que se restauraria a felicidade no Édem.

Veja que do princípio ao fim, o Evangelho da salvação é o tema principal da Bíblia.
Deus seja louvado!



Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

6 comentários:

  1. Very unique blog.
    Fantastic pictures.

    Please visit:
    http://online-funworld.blogspot.com

    Let's have funny days together.

    Keep blogging.
    Good day.

    ResponderExcluir
  2. É possivel criar um paralelo entre a vinda de Jesus a terra e o momento no qual aceitamos a Jesus como salvador, pois Jesus veio para quebrar a corrente do pecado instaurada na vida do homem, e muitos de nós viemos de familias pagãs, ou seja famílias que carregaram por muito tempo maldições, e no momento o qual aceitamos a Cristo quebramos esta fase de maldições e iniciamos um processo de salvação e nova fase nas gerações que virão após a nossa, por isto devemos buscar cada vez mais seguir, buscar a Cristo e fazer diferença nesta geração para que nossos descendentes continuem o que iniciamos.

    ResponderExcluir
  3. Falando em geração e descendentes, a responsabilidade de levar a mensagem da salvação aos nossos antepassados não foi nossa, e para a geração que virá será de nossos filhos, más para da geração atual, ninguém senão nós tem esta responsabilidade. Se nós não anunciarmos hoje, a geração passada e a futura não poderá fazê-la.

    ResponderExcluir
  4. DEUS É TÃO BOM QUE NOS DARÁ O PRIVILÉGIO DE GOZARMOS UM NOVO JARDIM DO ÉDEN. IMAGINE SEREMOS COMO ADÃO E EVA VIVENDO SEM NENHUMA MALDIÇÃO NO VERDADEIRO PARAÍSO.
    PARECE ATÉ QUE ISSO É UM SONHO MAS COM CERTEZA SONHAREMOS ACORDADOS AO LADO DO NOSSO SENHOR.
    CREIA NISSO!

    ResponderExcluir
  5. A serpente, que antes era a mais inteligente e bela das criaturas, ficou condenada de agora em adiante, a arrastar-se sobre o pó, se transformando para sempre no símbolo do mau.

    Mau é o seu porgues, meu amigo.

    ResponderExcluir
  6. a crítica sobre mal com l ou com u questionada pelo prezado irmão não é frutífera, Léo siga sempre Jesus pois na nossa morada futura nada disso terá importância.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails