Images

Gênesis 12:9-15 - Abraão chega ao Egito – Fase IV


Abraão chega ao Egito – Fase IV

Gênesis 12:9-15 

V-9.
Betel não ia ser o lar permanente de Abraão, portanto dali ele foi andando de um lugar para outro, sempre na direção sul da terra de Canaã, uma região sujeita a secas freqüentes. Era o caminho para quem vai ao Egito.

Havia fome naquela terra: por ser uma região semi-árida, as colheitas eram escassas, e as pastagens secavam impedindo a alimentação dos animais.

V-10.
No pouco tempo que Abraão estava na terra prometida, uma grande fome o obrigou a deixá-la.
A presença desta fome precisamente quando Abraão entrou na terra, foi uma prova adicional de sua fé. Deus devia ensinar-lhe lições de submissão, fé e paciência.

Encontrando-se no sul de Canaã, para Abraão lhe pareceu mais natural ir ao Egito, o país da abundância, a procura de sustento, do que ficar em Canaã e continuar depositando sua fé em Deus

O maior de todos os santos pode cair. Vitórias passadas não é uma garantia de vitórias futuras. Cada prova necessita de um exercício novo da fé.


Na Bíblia, o Egito simboliza o mundo. Assim como Abrão, muitos crentes são tentados pelas atrações do mundo, que parece oferecer um estilo de vida agradável e se esquecem da santificação necessária aos que pertencem a Deus.

V-12.
Quando ia chegando ao Egito, Abrão temeu por sua vida devido à beleza de sua mulher Sara.

_ Escute Sara! Você é uma mulher muito bonita, e quando os egípcios a virem, vão dizer: "Essa aí é a mulher dele." Por isso me matarão e deixarão que você viva.

Os egípcios eram muito poderosos e temidos. O homem de grande fé se viu agora atropelado por um grande medo.

Então sua precaução tomou o lugar de sua fé e de sua inteligência.

_ Diga, então, que você é minha irmã.

Já que ela era sua meio irmã, sentiu-se justificado em pedir a ela que se fizesse passar como sua irmã.

Como podia pensar em protegê-la mais eficazmente como sua irmã do que como sua mulher?

_ Então se pensarem que você é minha irmã, por sua causa, eles me deixarão viver e me tratarão bem.

Assim acontece com freqüência, elaboramos planos supostamente "inteligentes" e sem a interferência de Deus.

V-14.
Quando Abrão chegou ao Egito, os egípcios viram que Sarai, a sua mulher, era, de fato, muito bonita.


Como podia Sarai ser tão atraente com a idade de 65 anos?

Devemos lembrar que no tempo de Abraão a duração da vida humana era duas vezes o que é hoje, e Sarai que morreu na idade de 127 anos, estava, portanto, só na flor da idade.

Sabe-se que os faraós tinham preferência pelas mulheres estrangeiras de pele mais clara e sempre que conseguiam moças líbias, hititas, mesopotâmicas e palestinas as levavam para o harém real.

V-15.
Alguns altos funcionários do rei do Egito também a viram e ficaram loucos por ela. Por isso ela foi levada para o palácio do rei.

Um pecado leva a outro. Se Abraão tivesse ficado em Canaã, onde Deus o enviou, não teria sido tentado no Egito.

Em Cristo!

A seguir: Abraão sai humilhado do Egito


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. Deus não precisou levantar a mão contra Abraão sua própria mentira trouxe as consequencias, tudo segue o seu fluxo natural, tanto o bem como o mal.

    ResponderExcluir
  2. É verdade quantas vezes ao invés de fazermos a vontade de Deus fazemos a nossa própria e depois nos queixamos das consequências. Um pecado acaba levando a outro, e outro...devemos estar sempre alertas para não cair em tentação.
    DEUS NOS ABENÇÕE!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails