Images

Gênesis 17:1-9


Treze anos depois...
No capítulo 15 de Gênesis nós vimos que a aliança que Deus fez com Abraão era absoluta.

Esta aliança é novamente confirmada agora no capítulo 17.

Nem as falhas de Abraão, nem sua falta de fé, ou mesmo o passar dos anos, mudaram a intenção de Deus de manter a Sua palavra.

V-1.
Deixa estar que quando Abraão atingiu a idade de noventa e nove anos, já idoso e cansado, não conseguia mais acompanhar o rítimo do adolescente Ismael, nesta época, de aproximadamente 13 anos .

Desde o nascimento deste menino, Abraão havia enfraquecido em sua fé, por causa de seu pecado, e Deus logicamente, afastou-se desta vidinha mais ou menos que Abraão resolveu escrever.

A longa demora por parte de Deus em lhe aparecer outra vez tinha provavelmente um propósito.

Talvez para corrigi-lo pela impaciência de não esperar que Deus realizasse as coisas em seu devido tempo e de sua devida forma.

Até que Deus rompe o silêncio;

Deus permitiu que Abraão e Sara envelhecessem para que o Seu poder fosse engrandecido no nascimento de uma criança que está por vir.

Estando pronto agora para renovar sua promessa, Deus encontra um Abraão mais velho, mais cansado e meio cético, então fala a ele com certa dureza.

_ Escuta aqui meu filho! Eu sou o Deus Todo Poderoso; se você andar na minha presença será perfeito.

Por esta razão Deus se apresentou como "o Deus Todo Poderoso", para o qual nada seria impossível, sem importar quão difícil parecesse aos homens.

A maior benção que podemos ter na vida é a comunhão com Deus, mas o pecado e o descuido podem nos levar distanciar de Deus por longos períodos de tempo.

È verdade, os Cristãos podem viver no pecado por um tempo, ou simplesmente passar por longos períodos de secura espiritual.

Graças à misericórdia de Deus estes períodos não são permanentes. Primeiro Deus os deixa quebrar a cara, sofrer um pouquinho e depois traz de volta estas ovelhas teimosas, para que novamente tenham comunhão íntima com Ele.

V-2.
_ Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente.

Abraão provavelmente achava que Deus tinha vindo confirmar a Ismael como a continuação desta promessa.

V-3.
Abraão, que durante os muitos anos de silêncio tinha se perguntado se Deus lhe apareceria outra vez, se prostrou com temor reverente.

V-4-6.
Deus continua;

_ Quanto a mim, eu sigo disposto a cumprir o pacto que fiz com você há muitos anos.

_ Confirmo que você será pai de numerosas nações.

V-7-9.
_ A aliança que estou fazendo para sempre com você e com os seus descendentes é a seguinte:

_ Eu serei para sempre o Deus de você e o Deus dos seus descendentes.

Num sentido bem amplo esta promessa se referia aos inumeráveis descendentes espirituais, como eu e você, que pretenderiam ter a Abraão como a seu pai na fé. (Gálatas. 3: 29).

Em Cristo;

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

3 comentários:

Related Posts with Thumbnails