Images

Gênesis 18:28-33


Abraão intercede por Sodoma

V-28-33.
Veremos nesta postagem que Abraão continua apresentando a defesa de Sodoma com impressionante habilidade e tato oriental.

Seu primeiro cálculo hipotético do número de sodomitas piedosos foi, a propósito, o suficientemente para provocar uma resposta favorável.

No entanto, compreendendo que esse número provavelmente era muito alto para uma cidade perdida como aquela, outra vez mostrou extraordinária inteligência e diplomacia.

O que nos impressiona é ver o Deus todo Poderoso dar ouvidos desta forma a Abraão, mesmo sabendo onde ele queria chegar.

Parecia um pai brincando com seu filho.

E é isso que Deus quer que façamos. Que gastemos tempo com ele.

Animado pelas contínuas respostas bondosas de Deus, gradualmente se fez mais audaz, diminuindo o número de pessoas justas que, em sua opinião, seriam suficientes para salvar a cidade.

_ Veja bem Senhor; Pode acontecer que haja apenas quarenta e cinco pessoas direitas e não cinquenta.

_ Destruirás mesmo assim a cidade por causa de uma diferença de cinco pessoas?

Deus respondeu:
_ Está bem Abraão, se eu achar quarenta e cinco, não destruirei a cidade.

Abraão continuou:
_ Más... E se houver somente quarenta bons?

Deus respondeu.
_ Por amor a esses quarenta, não destruirei a cidade.

Abraão já preocupado com tanta insistência, disse com reverencia:
_ Não fiques zangado comigo Senhor, por eu continuar a falar, más apenas me diga o seguinte...
_ E se houver só trinta?

Com infinita paciência Deus respondeu:
_ Se houver trinta, eu perdoarei a cidade.

Abraão não estava pedindo o perdão incondicional da cidade, senão só sua preservação sob certas condições.

Com coragem propícia dos orientais, Abraão tornou a insistir:
_ Estou sendo atrevido né? Mas me perdoa Senhor.
_ Suponhamos que tenha somente... Vinte, vinte?

Como se estivesse brincando com uma criancinha, o Senhor responde;
_ Por amor a esses vinte, não destruirei a cidade.

Finalmente Abraão disse:
_ Olha, não fiques zangado Senhor, pois esta é a última vez que vou falar.
_ E se houver só dez, só dezinho?

Deus respondeu;
_ Por causa desses dez, não destruirei a cidade.

Seria apressado especular quanto ao que teria acontecido se Abraão tivesse continuado e tivesse reduzido o número a menos de dez.

Más provavelmente, Abraão pensou que era seguro deixar o número assim.

E a misericórdia divina aceitou a interseção de Abraão sem exigências.

Quando o SENHOR Deus acabou de falar com Abraão, ele foi embora, e Abraão voltou para casa satisfeito pelo momento de extrema comunhão com Deus.

Em Cristo;

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. Abraão demonstrou grande compaixão. A compaixão é um ingrediente básico da oração intercessora

    ResponderExcluir
  2. GOSTEI DO NOVO VISUAL!!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails