Images

Gênesis 21:9-13


Um problemão para Abraão resolver

V-9.
Durante seus catorze anos, Ismael havia recebido toda a ternura e atenção de seu pai. Mas o seu ciúme se acende com a atenção dada ao pequeno Isaque, e ele reage zombando do seu irmãozinho.

E como vimos no final da última postagem, Sara viu Ismael, zombando dele e ficou furiosa.

Ismael tinha então 17 anos e sem dúvida sempre tinha se considerado como o filho maior e o herdeiro de Abraão.
No entanto, o nascimento de Isaque e a festa do desmame mostravam claramente que o filho de Sara deveria ultrapassá-lo, e como resultado ficou enciumado e começou a fazer besteiras.

V-10.
Quando Sara viu isso, disse a Abraão:

_ Mande embora essa escrava e a peste do filho dela, pois o filho dessa escrava não será herdeiro junto com Isaque, o meu filho.

É incrível como Sara tem a coragem de desprezar a Agar e seu filho, já que tinha sido ela mesma quem sugeriu a Abraão que tomasse a Agar como mulher.

V-11.
Abraão ficou muito preocupado com isso, pois Ismael também era seu filho e o amava muito.

Para Sara, Agar e Ismael eram intrusos. A primeira, uma egípcia de baixa condição, uma escrava estrangeira; o outro, um rapaz mestiço que sempre causaria dificuldades.

Más Abraão não compartilhava deste sentimento.

Pronto; a confusão estava armada. Más isso é o que podia se esperar como resuldado de um pecado que atingiu diretamente a família.

Durante anos Abraão tinha pensado que Ismael ia ser o herdeiro. Ismael era sua própria carne e sangue e amava ao rapaz que tinha sido seu único filho durante 14 anos.

Abraão não questionava o fato de que Isaque deveria ser o herdeiro prometido; mas Ismael também era seu filho.

Parecia impossível a Abraão atender ao desejo de Sara.

V-12,13.
Desesperado Abraão procurou o conselho de Deus.

Prontamente Deus lhe respondeu:

_ Abraão, não se preocupe com o menino, nem com a sua escrava.

Por um momento Abraão se sentiu aliviado, más Deus continuou;

_ Porém quero que você faça tudo o que Sara disser, pois você terá descendentes por meio de Isaque.

De um ponto de vista humano, parece estranho que Deus aprovasse o pedido um tanto egoísta de Sara.

Ainda que Deus estivesse disposto a abençoar a Ismael, o Senhor nunca aprovou a união de Abraão com a escrava.

Apenas Isaque foi escolhido por Deus como instrumento para que a nação judia e finalmente o Salvador viessem ao mundo.

A conseqüência deste pecado traria problemas ainda maiores no futuro, caso Ismael e a escrava continuassem vivendo com Abraão.

Estava claro que Ismael jamais aceitaria, principalmente após a morte de Abraão que seu irmão mais novo fosse o herdeiro.

E isto se tornaria um risco para os planos de Deus com relação a descendência que levaria a Cristo.

_ O filho da escrava é seu filho também, e por isso farei com que os descendentes dele sejam uma grande nação.

Deus iria abençoar e cuidar de Ismael por causa de Abraão. Isto sem dúvida o tranqüilizou.

Confortado, Abraão se levantou de madrugada para tomar uma difícil decisão...

Em Cristo;

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. CONTINUAMOS A CRER NAS PROMESSAS DO SENHOR,DEUS PROVOU A ABRAÃO QUE SUAS PROMESSAS SERIAM CUMPRIDAS,E O FORAM. ACREDITAMOS TAMBÉM QUE DEUS TEM PROMESSAS E PROPÓSITOS PARA NOSSAS VIDAS,BASTA ACREDITAR,POIS DEUS NÃO É HOMEM PARA NOS MENTIR. AMÉM

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails