Images

Gênesis 24:33-61


Eliezer cumpre sua Missão!

V-33-49.
_ Somos todos ouvidos, senhor.

O servo então contou toda aquela história que já sabemos, do juramento para Abraão, do critério que inventara para escolher a moça, do encontro com Rebeca etc.

_ E foi isso. Agora é com vocês, digam-me se a moça poderá vir comigo ou não!

Nem era preciso dizer. Más todos sabiam, Abraão era aquele tio rico do qual raramente tinham notícias.

_ Agora, digam se vocês vão ser bondosos e sinceros com o meu patrão; se não, digam também, para que eu resolva o que fazer.

V-50,51.
_ Meu senhor - disse Labão, todo bajulador

_ Quem somos nós para decidir alguma coisa, se tudo isso veio de Deus?

_ Pode levar a Rebeca para que ela se case com o filho do seu patrão, como Deus determinou.

Em harmonia com o costume normal do Oriente, Labão e Betuel aprovaram o proposto casamento de Rebeca com Isaque.

V-52,53.
Quando Eliezer ouviu essas palavras, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e adorou a Deus, o SENHOR.

Esta é a terceira oração de Eliezer durante seu curto período na cidade de Naor.

Parece que cada incidente na vida deste homem era para ele um motivo de oração.

“Nosso sucesso seria muito maior se em todos os nossos assuntos temporais, reconhecêssemos a Deus em todo o que fazemos”!

Em seguida pagou o dote tirando da bagagem vários objetos de prata e de ouro e vestidos e os deu de presente a Rebeca.

Estes presentes constituíam em uma espécie de dote, que garantia a boa situação financeira de Isaque.

Deu também presentes caros para Labão e sua mãe.

V-54,55.
Então ele e os seus companheiros comeram e beberam, e passaram a noite ali.

No outro dia de manhã, quando se levantaram, o empregado disse:

_ Precisamos ir imediatamente para a casa de meu patrão.

Eliezer estava impaciente para completar sua missão e informar seu sucesso a Abraão, pois sua demora poderia já o estar preocupando.

Más os parentes de Rebeca ficaram turbados diante do pensamento de uma separação tão súbita dela.

_ Cês vão levar minha irmã embora? Mas já? Que isso! É melhor que ela fique com a gente alguns dias, talvez uns dez, e depois poderá ir.

Achavam que ela devia dispor de tempo suficiente a fim de preparar-se para sua partida e também para uma despedida adequada.

De acordo com o costume oriental, isto incluiria vários dias de festejos.

V-56-59.
Mas o empregado respondeu:

_ Não me façam ficar aqui mais tempo. O SENHOR Deus fez com que a minha viagem desse certo; deixem que eu volte para a casa do meu patrão.

A insistência de Eliezer e sua consideração por Rebeca induziram a Labão a deixar a decisão com ela.

_ Tudo bem, tudo bem. - disse Labão. Vamos chamar Rebeca, e ela que decida.

Eles chamaram a moça e lhe perguntaram:

_ Você quer ir com este homem?

_ Quero! - respondeu ela.

Sem nenhuma alternativa, deixaram que Rebeca e a mulher que havia sido sua babá fossem com o empregado de Abraão e os seus companheiros.

V-60,61.
Quando ela estava pronta para a viagem abençoaram, dizendo:

_Que você, nossa irmã, seja mãe de milhões! Que os seus descendentes conquistem as cidades dos seus inimigos!

Os orientais acreditavam que uma descendência numerosa era a maior das bênçãos e esse foi o principal objeto de seus desejos para ela.

Então Rebeca e sua empregada se prepararam, montaram os camelos e seguiram o empregado de Abraão.
E assim partiu Rebeca numa longa viagem, anciosa em conhecer seu principe encantado.

Em Cristo!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails