Images

Gênesis 30:11-18


Capítulo de novela Mexicana

V-10,11
E Zilpa deu a Jacó um filho.

Então Léia disse:

_ Que sorte! Este menino vai se chamar Gade.

Parece que Leia esteve consciente de que estava seguindo uma artimanha de seu próprio coração, já que não fez referência a Deus em suas declarações quando nasceram os dois filhos de Zilpa.

Quanto a Jacó, é surpreendente com quanta facilidade consentiu nas tortuosas instigações de suas esposas com o fim de aumentar sua descendência.

Provavelmente tinha pensado ter alguma desculpa em atender o desejo de sua amada Raquel, que não tinha filhos próprios.

Eu queria saber como ficaria agora a sua consciência quanto à proposta de Leia que já tinha quatro filhos?

Tendo entrado na senda das más ações, parece que não via o erro de sua conduta, muito menos pensou em suas possíveis conseqüências.

V-12,13
Passado algum tempo, Jacó teve outro filho com Zilpa, então Léia disse:

_ Como sou feliz! Agora as mulheres dirão que sou muito feliz. Por isso o menino se chamará Aser.

Nas declarações que fez ela quando nasceram três de seus quatro filhos próprios, Leia tinha reconhecido a Deus.

Más neste caso, com os nascidos de sua serva, parece que não pensou em Deus. Eram o resultado de seu próprio e inteligente plano.

V-14.
Um dia, no tempo da colheita do trigo, Rúben o primogênito foi ao campo.

Ali achou umas mandrágoras e as levou para Léia, a sua mãe.
Ora, as mandrágoras eram consideradas afrodisíacas.


Seu fruto amarelado e fragrante tem mais ou menos o tamanho e a forma de um limão.

As mulheres do Oriente fazem uma bebida de mandrágoras que, segundo se cria, estimulava o desejo sexual e ajudava na fertilidade.

Quando Raquel viu isso, disse a Léia:

_ Ô Leia querida, por favor, me dê algumas das mandrágoras que o seu filho trouxe.

V-15.
Leia se indignou diante da possibilidade de ver aumentada as perspectivas de sua irmã de conseguir mais amor de Jacó.

_ Mais quanta petulância! Será que você acha que roubar o meu marido ainda é pouco? Agora vai querer tomar também as mandrágoras que o meu filho me deu?

Aí Raquel disse:
_ Minha querida irmãzinha, não vamos brigar por isso.Vamos fazer um trato: você me dá as mandrágoras, e eu deixo que você durma com Jacó esta noite.

Provavelmente Jacó tinha a preferência de dormir sempre com Raquel, do contrario esta proposta não seria tão atraente para Leia.

Desesperada, Raquel desejava as mandrágoras como um meio para aumentar seu desejo sexual e fertilidade.

V-18.
O trato foi feito, e no fim da tarde, quando Jacó estava voltando cansado do campo, Léia foi ao seu encontro, toda entusiasmada.

_ Jacó, adivinha! Esta noite você vai dormir comigo porque eu o aluguei, pagando a Raquel com as mandrágoras que o meu filho achou.

A primeira reação dele, claro, foi tentar inventar logo uma desculpa.

Más o pobre coitado estava no meio de um fogo cruzado (desculpem o trocadilho), e naquela mesma noite, não conseguiu escapar e teve que ter relações com ela.

Em Cristo;

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails