Images

Gênesis 30:17-24


Os filhos de Jacó

V-17,18
Deus ouviu a oração de Léia, e ela ficou grávida e deu a Jacó um quinto filho.

Então Léia disse:
_ Este menino se chamará Issacar, pois Deus me recompensou por eu ter dado a minha escrava ao meu marido.

Leia via no nascimento de seu quinto filho uma recompensa divina por ter dado sua serva a seu esposo, considerando esse um ato de bondade.

Veja bem, foi Leia, e não Moisés (o escritor deste livro), quem viu no nascimento de Issacar uma "recompensa" por uma ação pecaminosa.

V-19,20
Depois Léia engravidou pela sexta vez e deu a Jacó mais um filho.

E disse:
_ Deus me deu um belo presente. Agora o meu marido vai ficar comigo porque lhe dei seis filhos.
Por isso ela pôs nele o nome de Zebulom.

Leia estava lutando pelo primeiro lugar no afeto de Jacó, lutando para que ele desse a preferência a ela na honrosa relação de primeira esposa.

V-21.
Por último Léia teve uma filha e lhe deu o nome de Dina.

Ela não foi à única filha de Jacó, e provavelmente se menciona seu nome aqui numa antecipação do triste relato que acontecerá com ela no cap. 34.

Veja que no nascimento de Dina, sua mãe não faz nenhuma menção comemorativa.
Em uma época machista como aquela, ter uma filha mulher não era motivo para comemoração.

V-22.
Enquanto Leia não parava de ter filhos, Raquel se via sem um unico filho realmente seu.

Até que finalmente Raquel levou seu problema diante Deus em oração.

Sua oração foi ouvida e a fé obteve o que a impaciência e a incredulidade até então tinham impedido.

Deus ouviu a sua oração e fez com que ela pudesse ter filhos.

V-23,24.
Raquel engravidou e teve um menino a quem chamou José (aquele que acrescenta), por isso pensou aliviada

_ Deus não deixou que eu continuasse envergonhada por não ter filhos. E tomara que o SENHOR Deus me dê mais um filho.

No antigo Oriente uma mulher estéril era desprezada, e se considerava a falta de filhos como uma vergonha e uma maldição.

Isto explica por que mulheres como Rebeca, Raquel e Ana sentissem tão profundamente sua esterilidade.

Entre os judeus, a esterilidade era considerada como justificativo para o divorcio, a poligamia ou o concubinato.

Para finalizar esta postagem, vamos recapitular a filharada que compõe esta excêntrica família?

Além de Diná, que não era levada em conta pelos padrões da época e do local, os filhos de Jacó até agora são Ruben, Simeão, Levi, Judá, Dã, Naftali, Gade, Aser, Issacar, Zebulom e José.

Ainda falta um para completar as famosas Doze Tribos de Israel.

Será um dentre estes doze que dará seguimento a linhagem que chegará a Cristo.

Quem você acha que será o escolhido por Deus?

O inimigo de Deus está atento e fará de tudo para destruir os planos de Deus.

Mas isso é mais para frente, por enquanto guardem apenas o nome de José.

Esse cara ainda vai ser muito importante nesta história.

Em Cristo!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

3 comentários:

  1. Os planos dos homens não frustram os propósitos de Deus. O homem pecou, mas Deus fez com que as doze tribos viessem a existir. A morte de Cristo foi predestinada por Deus, ainda que executada pelas mãos dos homens injustos [Atos 2:23].

    ResponderExcluir
  2. MARIA DAS GRAÇAS/SÃO PAULO4 de março de 2011 17:06

    PAZ SEJA CONTIGO...ESTA É MINHA 1ª VISITA(DE MUITAS)...AMEI O BLOG.SEI QUE NINGUEM FRUSTRA OS PLANOS DE DEUS NA VIDA DAQUELE QUE ELE ESCOLHEU PRA ABENÇOAR AOS OUTROS.EM CRISTO.

    ResponderExcluir
  3. agapeseventos@hotmail.com4 de março de 2011 22:00

    Seja bem vinda Maria!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails