Images

Êxodo!;1-22 - Introdução ao Êxodo


Êxodo!;1-22 - Introdução ao Êxodo

E vamos ao Êxodo, meu povo!

Este livro é a continuação de Gênesis e seu autor continua sendo Moisés.

A palavra êxodo vem do grego e significa saída (eu não pesquisei más acho que o inglês exit deve ter a mesma origem), porque conta como os israelitas (ou hebreus, tanto faz) saíram do Egito, escapando assim da escravidão a que tinham sido submetidos.

Como já vimos à família de Jacó havia se transferido para a terra de Gósem  no Egito a convite de um faraó hicso em gratidão a José.

Segundo os arqueólogos, os egípcios haviam sido invadidos por uns príncipes semitas vindos do oriente, chamados hicsos, que governaram o Egito, especialmente a parte norte, por vários séculos, dos quais houve três dinastias de reis, ou faraós.

Foi durante este tempo que Jacó e sua família se mudaram para o Egito e ficaram amigos dos hicsos.

Seus descendentes se multiplicaram, tornando-se num grande povo, que vivia em isolamento dos egípcios, pois era diferente em cultura, língua e religião, ocupando as ricas pastagens da terra de Gósem  ao nordeste das grandes cidades dos egípcios.

Até que um dia os hicsos foram finalmente expulsos do Egito e os príncipes hereditários de Tebas ocuparam o trono, formando nova dinastia.

Eles não conheceram José, pois eram inimigos dos hicsos a quem José havia enriquecido e não deviam consideração a ele ou sua raça.

Um dos seus faraós, contemplando a multidão de israelitas que ocupavam parte do seu território (estimada em mais de dois milhões de pessoas), ponderou aos egípcios que o povo de Israel já era mais numeroso e forte do que eles: crescendo desse jeito, se um dia um povo inimigo entrasse em guerra contra o Egito, os israelitas poderiam aliar-se com eles, combater contra os egípcios e acabar saindo da terra.

O faraó era de uma dinastia que se dedicava à construção de grandiosos templos, palácios, e cidades, o que exigia volumosa mão-de-obra.

Os Judeus na condição de escravos, edificaram para os egípcios as cidades-celeiro Pitom (também chamada Sucote) e Ramessés.

Com o tempo os egípcios, inquietos, aumentavam mais ainda a sua tirania e suas exigências.

Apesar dos trabalhos forçados, porém, o crescimento da população Israelita continuava incontrolável.

Então o faraó sangue ruim bolou outro plano, que envolveria as parteiras que atendiam os hebreus.

Elas deveriam matar os filhos homens dos Israelitas que nascessem.

Muita crueldade, não? Só que as parteiras também acharam, e não cumpriram a ordem.

Ao descobrir que seu plano havia falhado, o faraó ordenou a seus soldados que jogassem no Nilo todos os meninos hebreus que nascessem.

O nosso herói do Êxodo, Moisés, nasceu nesse contexto.

Como ele escapou de virar comida de crocodilo?

Nas próximas postagens eu conto.

Em Cristo;

Clailton Luiz

A seguir, O nascimento de Moisés



Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. Obrigado DEUS pelo teu servo q tira tempo todo dia p nos transmitir tua palavra de uma forma tam gostosa e tam abençoadora para nossas vidas... Q esta palavra VIVA possa chegar aos coraçoes assim como o senhor tem feito em minha vida...amem

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails