Images

Êxodo 10:1-20 - A oitava praga


A oitava praga

V:1,2
Dias depois, adivinhem o que Deus disse a Moisés e Arão?

_ Vão falar com o rei, pois eu fiz com que ele e os seus funcionários continuassem teimando, para que eu pudesse fazer esses milagres no meio deles. E também para que vocês pudessem contar aos seus filhos e aos seus netos como eu zombei dos egípcios e quantas coisas espantosas fiz no meio deles. Assim vocês ficarão sabendo que eu sou Deus, o SENHOR.

Podemos supor que Moisés estava a esta altura surpreso com a obstinação do faraó e a severidade de Deus, e provavelmente sentindo pena pelo sofrimento do povo.

Mas Deus o fez ver que o Seu desígnio era mostrar à sua posteridade os terríveis prodígios que havia feito entre os egípcios, para que soubessem que Ele é o SENHOR.

V:3-6
Foram ao palácio do Faraó.

_ Ô, Faraó.

_ Fala, Arão…
_ Deus tá dizendo que é pra você deixar o povo ir. Se você não deixar, ele vai mandar uma praga de gafanhotos pra cá, que vai devorar o que restou depois do granizo. Os bichos vão encher o palácio, as casas dos oficiais, os templos, as casas do povo. E essa desgraça será pior do que tudo o que os seus pais e os seus antepassados já viram! ”

_ Ora, por que vocês não… Ué, cadê eles? Já foram? Melhor assim.

V: 7
Então os funcionários do palácio disseram ao rei:

_ Majestade?

_ Diga, oficial.

_ Deixa esses caras irem servir o Deus deles no deserto. Vai ser melhor pra todo mundo. Essas pragas aí tão acabando com o Egito, nossos animais morreram, os peixes do rio morreram, perdemos quase toda a safra desse ano. E se ainda vierem gafanhotos, aí que isso aqui vira um deserto mesmo.

V:8
_ É, acho que você tem razão. Chamem a Moises e Arão, falem pra eles voltarem aqui.

Meia hora depois os dois irmãos já estavam de novo na presença do Faraó.

_ Muito bem, vamos acabar com esta bagunça. Vocês podem ir adorar o SENHOR, seu Deus. Mas eu quero saber quem é que vai.

V:9
_ Bom… Os jovens. E os velhos também. Ah, e as crianças. E as mulheres. Quem mais? Acho que é só. Ah, os rebanhos também.

V:10,11
_ Peraê, peraê! Que história é essa? Vão levar as crianças, os velhos e até os bichos para uma festa no deserto? Vocês tão querendo me enrolar? De jeito nenhum! Podem ir, mas só os homens adultos.

_ Mas, faraó?

_ GUARDAS!

Moisés e Arão foram expulsos do palácio, e o Faraó cada vez com mais ódio deles.

V:12,13
Moisés orou e Deus passou instruções a ele, que voltou para perto do irmão e estendeu a mão sobre a terra, um gesto dramático.

Começou um vento muito forte vindo do oriente.

Ventou durante todo o dia e noite adentro.

E na manhã seguinte o vento trouxe os gafanhotos.

V:14-16
O negócio foi feio, viu? Os gafanhotos cobriram toda a terra do Egito, escurecendo tudo.

Devoraram o que restara das plantações, acabaram com as árvores e com o junco na beira do Nilo. Invadiram as casas, foi um inferno.

O faraó, claro, mandou chamar Moisés e Arão de novo.

Os gafanhotos, na Bíblia, são uma figura do julgamento de Deus: é uma das piores pragas que pode haver, pois uma nuvem pode ter a densidade média de cinqüenta milhões de gafanhotos por quilômetro quadrado, e eles passam a desfolhar rapidamente centenas de quilômetros quadrados, trazendo horror, desespero e terríveis conseqüências econômicas para os habitantes.


Isis e Serafis foram impotentes para proteger o Egito dos gafanhotos.

V:17
_ Vocês me desculpem. Não levei a sério essa história de gafanhotos. Mas agora tô vendo do que o Deus de vocês é capaz, ele é poderoso mesmo. Peçam pra ele sumir com esses bichos, que amanhã mesmo vocês pegam a estrada.

_ Todos nós?

_ Sim! Homens, mulheres, velhos, crianças, animais, tudo! Agora vão, não dá pra conviver com esses gafanhotos!

V:18
Moisés saiu do palácio e orou a Deus, o SENHOR.

V:19
Aí o SENHOR fez soprar um vento oeste muito forte, que levantou os gafanhotos e os jogou no mar Vermelho; e não ficou um só gafanhoto em todo o Egito.

V:20
Legal! E aí o Faraó os deixou irem, né?

Que nada!

O SENHOR fez com que o rei continuasse teimando, e este não deixou que os israelitas fossem embora.

Ainda faltam duas pragas…

Em Cristo;

A seguir: A nona praga

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

  1. Com essa história toda vejo que DEUS é muito paciente e misericordioso mais não brinque com "ELE" porque quando a ira DELE se manifesta é terrível. ELE É PODEROSO e quiz através disso tudo mostrar o seu poder a todos os povos do passado, está nos mostrando hoje e mostrará a geração futura, pois DEUS é eterno...Amém!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails