Images

Êxodo 32:10-14

A impressionante intercessão de Moisés!

V:10
_ Vou descer lá e acabar com a raça deles, não vai sobrar um! Mas você não se preocupe, Moisés: Vou começar tudo de novo com você, seus descendentes serão meu novo povo escolhido. Porque esse povo aí não deu certo.

Poderia ter sido uma grande tentação para Moisés, pois assim ele estaria livre deste povo rebelde, e colheria sozinho de todas as bênçãos da Promessa.

Mas, ao invés disso, ele nos dá um exemplo de uma das melhores orações intercessórias da Bíblia.

Nobremente esteve à altura da situação e provou sua leal consagração a Deus e à tarefa que o Senhor lhe tinha encomendado.

V:11
_ NÃOOO! Não faça isso Ó SENHOR. Por que ficaste assim tão irado com o teu povo?

Moisés sabiamente reafirma aqui que Israel é o povo de Deus, e não seu.

E emenda seu primeiro argumento na defesa do povo;

_ O Senhor lembra que teve tanto trabalho para tirar eles do Egito com grande poder e força?

Deus tinha feito tanto por eles que seguramente não deveria os deixar agora, tendo que reconhecer assim o fracasso de seu próprio plano.

Moisés usou isso como o primeiro argumento, afirmando que Deus não podia retroceder.

Moisés não podia defender o pecado de seu povo, mas podia interceder por ele para que fosse perdoado

V:12
Não satisfeito com a primeira defesa, coloca em pauta seu segundo argumento;

_ Além do mais senhor, os egípcios vão dizer que tiraste o teu povo do Egito para matá-lo nos montes e destruí-lo completamente. Não fiques assim irado; mude de idéia e não faças cair sobre o teu povo essa desgraça.

As nações vizinhas já sabiam da maravilhosa libertação dos hebreus no Egito e como resultado, tremiam só de pensar o que Deus poderia fazer em favor de Israel.

Portanto, se Israel fosse destruído, os pagãos se alegrariam e Deus seria desonrado.

Os egípcios diriam que ao invés de Deus levar seu povo ao deserto para sacrificar animais a ELE, tinha é levado eles ali para serem sacrificados.

V:13
Em seu terceiro de derradeiro argumento, Moisés faz uso de seu conhecimento da palavra de Deus para interceder pelo povo;

_ Lembra dos teus servos Abraão, Isaque e Jacó? Lembra do juramento que fizeste de lhes dar tantos descendentes quantas estrelas há no céu? Lembra também que prometeste que darias aos seus descendentes toda aquela terra para ser propriedade deles para sempre?

Moisés fez bom uso das promessas que Deus havia feito.

O que aconteceria com essas grandes promessas feitas aos patriarcas a respeito de Israel e a terra prometida se a nação fosse destruída?

Ser bem sucedido na oração requer conhecimento da palavra de Deus.

Há poder em relembrar Deus das Suas próprias promessas.

V:14
O Senhor se comoveu pela oração fervorosa e humilde de seu fiel servo.

Então o SENHOR Deus mudou de idéia e não fez cair sobre o seu povo à desgraça que havia prometido.

Deus não podia rejeitar o pedido de alguém que pensava mais em seu povo do que em sua própria exaltação e honra.

Que homem de caráter foi Moisés!

Que revelação maravilhosa do amor divino!

As palavras "Deus mudou de idéia ou se arrependeu" são uma débil tentativa de expressar a vontade divina na linguagem humana.

Na realidade, Deus não pode mudar de idéia, porque conhece "futuro desde o princípio".

No entanto, quando os pecadores abandonam o pecado e se voltam a ele, quando seus filhos lhe suplicam misericórdia e perdão, então Deus se "arrepende".

Muda da ira para misericórdia...

Do castigo para generoso perdão.

Em Cristo!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails