Images

Êxodo 35:9

Pedras para o manto sacerdotal

Ainda que os hebreus soubessem, tão bem como nós sabemos que o grande Deus não poderia "habitar" num edifício de fabricação humana, não lhes parecia correto que realizassem um culto sem um templo.

Um santuário proporcionaria um centro visível para o culto do único Deus verdadeiro, e constituía, portanto, um suporte contra a adoração dos numerosos deuses dos pagãos.

Aproximaria Deus a seu povo e faria que sua presença entre eles fosse algo real.

Já que nesse tempo os israelitas eram nômades, o santuário deveria ser contruido de uma forma que pudessem montar e desmontar facilmente para ser transportado de lugar em lugar.

Num sentido espiritual, Deus sempre procurou morar com os homens e não poderá achar "repouso" até que tenha obtido essa morada, primeiro no coração de cada pessoa de seu povo e depois no meio de qualquer grupo que se reúna para adorá-lo.

O Tabernáculo terreno aponta para Cristo, quem mais tarde "habitou", ou segundo uma tradução literal, "fez seu Tabernáculo", entre os homens.

Mas voltamos à lista para a construção do Tabernáculo que Moisés anunciava ao povo;

V:9
_ Teremos que fazer roupas especiais para os sacerdotes, é uma exigência do Senhor! Vou precisar de pedras de ônix e outras pedras de valor para serem colocadas no manto sacerdotal e no peitoral do Grande Sacerdote.

Os sacerdotes escolhidos pelo SENHOR eram o irmão de Moisés, Arão, e seus filhos Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.

Eles tinham maiores responsabilidades do que os demais levitas: como sumo sacerdote, Arão era responsável por todos os sacerdotes e levitas.

Os sacerdotes efetuavam os sacrifícios diários, faziam a manutenção do Tabernáculo, ensinavam e aconselhavam o povo para que soubessem como obedecer e agradar a Deus.

Devido à sua destacada posição de intermediários entre o povo e Deus, deviam viver de maneira condizente com a sua função santa.

O Sumo Sacerdote era o único que podia entrar no Santo dos Santos, o que ele fazia uma vez por ano no Dia da Expiação, num ritual em que oferecia sacrifícios por si mesmo e pelo povo.

O Senhor Jesus é agora nosso Sumo Sacerdote (Hebreus 8), e os sacrifícios ordenados pelo SENHOR não têm mais razão de ser, porque Ele deu seu próprio sangue por nós.

Acabou?

Não! A lista é grande...

Continuamos na próxima postagem.

Não mude de canal!

Em Cristo!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails