Images

Êxodo 39 e 40


A obra do Tabernáculo é concluida e este estudo do Êxodo também!

Em fim, depois de uns seis meses, todo o trabalho na Tenda da Presença de Deus foi concluído.

Vejam só, bem menos tempo que eu, em postar os estudos deste livro... Estou nele desde fevereiro deste ano... Que vergonha...

A rapidez com que Bezalel e sua equipe concluiram esta obra indica a dedicada aplicação, a habilidade no artesanato e a cooperação fraternal de todos os que participaram na empreitada, como também a bênção divina que acompanhou seus esforços.

Os israelitas fizeram tudo como o SENHOR havia ordenado a Moisés.

E depois de concluida a obra eles fizeram quastão de levar Moisés até a Tenda para conferir o trabalho.

Moisés examinou cada coisa e viu que eles tinham feito tudo de acordo com o que o SENHOR havia ordenado.

Então Moisés os abençoou.

Afinal eles tinham completado um "santuário" onde Deus prometia morar.

Com razão Moisés "abençoou" ao povo por seu labor de amor e consagração.

E assim que o Tabernáculo foi concluído, uma nuvem cobriu a Tenda, e ela ficou cheia da glória de Deus.

E dali em diante os israelitas levariam o seu acampamento de um lugar para outro, mas somente quando a nuvem se levantasse de cima da Tenda.

Em todas as suas viagens, eles podiam ver, durante o dia, a nuvem da presença do SENHOR em cima da Tenda; e, durante a noite, viam o fogo queimando em cima dela.

Se a nuvem "permanecia dois dias, ou um mês, ou mesmo um ano inteiro, eles [os hebreus] ficavam tranqüilos e não partiam.

Mas logo que se elevava, eles se punham em marcha.

Assim, no deserto não se residia, acampava-se, ficava-se sob tendas, e sem cessar enrolava-se e transportava-se essas casas movediças.

Prezados leitores, esta é uma pré-figura do Cristianismo, onde todo fiel é como um viajante que não deve ter apego a qualquer coisa, estando sempre disposto a partir e pronto a combater quando Deus bem entender.

Pronto! Concluí Êxodo!

Que venha Levítico...

Um dos livros menos explorado de toda a Bíblia...

Vai encarar?

Em Cristo!
Images

Êxodo 38:21-31

Os materiais mais valiosos do Tabernáculo

V:21-31

Bom, para finalizar este capitulo, encontramos nestes últimos versículos o relato da quantidade de ouro, prata e bronze que foram doadas para a construção do Tabernáculo.

Era muito ouro... A quantidade doada girava em torno de mil quilos.

Dá para se ter uma idéia da quantidade de ouro que os Israelitas receberam no Egito?

Aliás, ouro era o que não faltava naquele país.

Os Egípcios o importavam de Etiópia.

Também chegava muito ouro ao país dos faraós como tributo das nações dominadas por eles.

Foram doados também mais de três mil quilos de prata e mais de dois mil quilos de bronze.

Com esses materiais Bezalel fez as bases para a entrada da Tenda da Presença de Deus; o altar de bronze e todos os objetos para o altar.

Em Cristo!
Images

Êxodo 38:10-20

O Pátio

V:10-20

São seis horas da manhã e o solo já está coberto do maná que diariamento é doado por Deus.

Mas antes que o sol se fortaleça e derreta o alimento sagrado, o povo se levanta para recolhe-lo.

A certa distancia já se pode notar que Bezalel e sua equipe já estão em seu trabalho, a todo vapor.

Há medida que nos aproximamos, podemos encontrar muitos curiosos próximos a obra.

Um misto de ansiedade e curiosidade se estampa na face dos israelitas, afinal, como deveria ser o formato da casa onde Deus habitaria?

Esta era a pergunta que matava o povo de curiosidade.

Mas Deus já havia revelado a Moisés o modelo de seu santuário no monte Sinai.

Seria um Templo portátil para montar todas as vezes que os hebreus mudassem seu acampamento.

Tudo estava sendo feito como o Senhor Deus ordenara a Moisés.

Seus construtores, Bezalel e Aoleabe o faziam em detalhes, minuciosamente.

O Tabernáculo seria algo que homem algum jamais teria imaginado, pois foi construído para que as verdades fundamentais no Novo Testamento fossem compreendidas.

À medida que a tenda e seus objetos são construídos podemos perceber que todos os materiais usados são raros e valiosos, indicando que qualquer coisa associada a Deus é para ser da melhor qualidade.

Já é por volta do meio dia e o sol forte do deserto, quase insuportável nos obriga a nos distanciar e procurar uma sombra.

Agora, olhando de longe, se vê um cercado em forma de retângulo sendo levantado.

Esta cerca é demarcada por uma cortina de linho branco (pureza e santidade), sustentado por 60 firmes colunas, apoiado em base de cobre.

O interessante á que não há exteriormente beleza alguma.

Dentro desse cercado de linho branco, chamado de Átrio ou Pátio, dá para ver em sua primeira metade o Altar de Holocausto; mais à frente a Pia de Bronze cheia de água.

Por cima desta cerca ainda se pode ver uma espécie de casa começando a ser levantada.

Parece ser uma tenda.

Deve ser a tenda sagrada.

Em Cristo!
Images

Êxodo 38:1-9

Uma entrevista com Bezalel

V:1-9
Olá queridos leitores.

Perdoem-me o atrevimento, mas quero fazer uma brincadeira nesta postagem.

Vamos imaginar uma entrevista com Bezalel na fase de construção do Tabernáculo?

O que você perguntaria a ele?

Vamos ver se eu me sairia bem como um entrevistador?

Então vamos nessa!

EBD: Hoje tenho honra de entrevistar o arquiteto responsável pela construção do Tabernáculo, Bezalel, tudo bem com você?
Bezalel: Tudo ótimo!

EBD: Primeiramente quero lhe agradecer pela gentileza em parar sua obra só para nos receber para esta entrevista.
Bezalel: Sem problemas, desde que não seja uma entrevista muito demorada.

EBD: Opa... Não se preocupe, será rápida e objetiva
Bezalel: Ok.

EBD: Para começar, gostaria de saber como anda a obra?
Bezalel: Está caminhando rápido. Temos materiais de sobra e não nos falta mão de obra qualificada. Deus pensou em tudo para esta obra.

EBD: Em que você está trabalhando agora?
Bezalel: Vou começar a trabalhar nos móveis do Átrio.

EBD: E quais serão estes móveis?
Bezalel: O altar do Holocausto e o lavatório.

EBD: Fale-me sobre este altar?
Bezalel: É a primeira e maior peça do Tabernáculo, e ficará logo à entrada da porta. Será feito com madeira de setim e recoberto com cobre. Observe neste desenho que o altar do holocausto é a peça que está logo à porta do átrio.


EBD: Pois é estou percebendo... Mas qual o objetivo?
Bezalel: Estará ali como sendo a oportunidade primeira para quem quiser adentrar as profundezas de Deus. Mas não sem antes oferecer o sacrifício.

EBD: Desculpe-me a pergunta que vou lhe fazer agora, mas é para que todos os que nos acompanham entendam muito bem o verdadeiro propósito destes móveis...
Bezalel: Não tem problema, fique a vontade!

EBD: Obrigado. Então lá vai... O que será sacrificado nele?
Bezalel: Bem, como em muitos dos templos de nossa época, serão sacrificados animais.

EBD: E como funcionará?
Bezalel: Quando um Israelita se aproximar do Tabernáculo com o seu sacrifício e atravessar o portão de entrada ele encontrará entre ele e o Tabernáculo este altar com um sacerdote ao lado. É onde o sangue será derramado e o pecador perdoado.

EBD: Mesmo uma pessoa sendo boa, terá que sacrificar?
Bezalel: Não importaria quão boa pessoa seja esta pessoa, sem o derramamento de sangue não haverá nenhum perdão.

EBD: Fora do altar há outro modo de se aproximar de Deus?
Bezalel: Fora do altar de bronze não há outro modo de se aproximar de Deus. A aliança com Yahweh é uma aliança de sangue e o animal inocente representa o pecador, e toma o lugar dele no altar.

EBD: Coitadinho do animal, ele não tem nada haver com o pecado dos outros, você não acha?
Bezalel: Pois então, é por isso que se coloca as mãos na vítima inocente, a seguir o violento corte na garganta. Uma imagem que faz sua pele se arrepiar, que traz uma incrível consciência do pecado, e do seu salário que é a morte.

EBD: E depois de sacrificar o animal e que se faz com o sangue?
Bezalel: O sacerdote coloca o sangue em uma bacia, e despejava o sangue ao pé do altar, e faz o sacrifício, depois disso o pecador vai para casa perdoado até o próximo pecado.

EBD: E para concluir, fale-nos um pouco sobre a outra peça mencionada, o lavatório?
Bezalel: Bom, após o altar do holocausto e antes da tenda, ficará a pia de cobre maciço. Esta servirá para que os sacerdotes se lavem após os trabalhos de sacrifício no altar e antes de entrar no santuário.

EBD: Bezalel, muito obrigado pela sua atenção e gentileza em nos receber para nos auxiliar com respostas tão esclarecedoras!
Bezalel: Não tem de quê, mas da próxima vez não esqueça de agendar. Agora se me dão licença... Voltarei ao trabalho.

EBD: Bacana este Bezalel, claro e objetivo.

O Altar do Holocausto é um símbolo da cruz de Cristo.

Os animais oferecidos em sacrifício simbolizam o nosso Senhor Jesus Cristo que naquelas ocasiões apenas encobriam os pecados.

Jesus, porém remove todos os pecados através de seu sangue.

Em Cristo!

Olá querido leitor!

Me perdoem a ausência, sabe como é Dezembro, né? Muito trabalho...

Bom, não tem desculpa!

Compromisso é compromisso.

Estou de volta.

Então lê a postagem abaixo.

Em Cristo!
Images

Êxodo 37:1-29

A construção da Arca

V:1-29
Bezaleel encarregou a outros a maior parte das obras do Tabernáculo, mas se concentrou pessoalmente na construção da arca, dos querubins e do propiciatório.

Isto se devia ao fato da arca ser o móvel mais importante do santuário, já que era a morada da Presença sagrada.

Sobre a tampa, chamada propiciatório "o Kapporeth", ele esculpiu uma peça em ouro, formada por dois querubins ajoelhados de frente um para o outro, cujas asas esticadas para frente tocavam-se na extremidade, formando um arco, de modo defensor e protetor.

Eles se curvavam em direção à tampa em atitude de adoração.

Bezaleel desejava que a Arca fosse sua obra prima.

E foi!

Em Cristo!
Images

Êxodo 36:1-36

O Tabernáculo é concluído

V:1-3
Bezalel, Aoliabe e todos os outros homens a quem o SENHOR deu habilidade e inteligência e que conheciam tudo o que era preciso para construir a Tenda Sagrada foram com Moisés até o local onde se encontravam os materiais para a construção.

_ Aqui estão tudo o que arrecadamos e sinceramente acredito que é o suficiente para começar a obra, o que você acha Bezalael?

_ Pela minha pouca experiência, acredito que é o suficiente para concluir a obra.

_ Bom, isso não é problema, pois fiquei sabendo que todas as manhãs o povo continuava trazendo as suas ofertas.

Então Bezalel e sua equipe começaram a fazer tudo como o SENHOR ordenou.

V:4-7
Alguns dias depois os artesãos que estavam fazendo o trabalho, foram falar com Moisés;

_ Estamos com um pequeno problema na obra.

_ E qual é?

_ O povo está trazendo muito mais do que é necessário para o trabalho que o SENHOR mandou fazer.
_ E qual é o problema?

_ O problema é que o material que temos arrecadado já é suficiente para todo o trabalho que deve ser feito e ainda sobrará muita coisa.

_ Hum... Então vou dizer ao povo para não trazer mais ofertas para a Tenda Sagrada.

E assim o povo não trouxe mais nada.

V:8-36
Depois de muito esforço de dedicação, os homens mais habilidosos entre os trabalhadores fizeram a Tenda da Presença do SENHOR exatamente de acordo com as dimensões passadas pelo Senhor.

Em Cristo!
Images

Êxodo 35:30-35

O arquiteto Bezalel?

V:30-33
Olá pessoal, hoje falaremos sobre Bezalel, tudo bem?

Tá, mais quem é esse?

Um digno exemplo de um homem que se envolveu corretamente com a obra de Deus. Não o conhecia?

Não!

É... É um personagem pouco conhecido, mas foi um homem de grande valor no cenário histórico de Israel.

Bom, chega de papo furado e vamos para o estudo...

Começamos a ouvir alar dele quando Moisés faz a seguinte declaração;

_ Atenção povo de Israel... O senhor escolheu Bezalel, filho de Uri e neto de Hur, da tribo de Judá, chega mais Bezalel... A quem o Espírito de Deus encheu de habilidade, inteligência e conhecimento tornando-o excelente artífice, desenhista, metalúrgico, joalheiro e entalhador.

_ E qual será a sua função na construção do Tabernáculo?

_ Bom, ele será o arquiteto principal, fará os desenhos para os trabalhos em ouro, prata e bronze, para lapidar e montar pedras preciosas; para entalhar madeira; e para fazer todo tipo de artesanato.

Prestou atenção? Deus o encheu com o seu Espírito!

Ninguém pode se envolver corretamente na obra do Senhor sustentado apenas pela sua capacitação pessoal, seja de nível intelectual, artístico ou de outra ordem.

É essencial a capacitação espiritual, só alcançada pela nossa relação correta com o Senhor Deus e a Sua Palavra.

Há! Tem também outro personagem, o Aoliabe...

E quem é esse?

Não o conhecia também?

Não!

Tem que ler mais a Bíblia, em?

Tá bom! Vou ler, agora continua a história!

V: 34
Moisés anuncia também um outro nome;

_ Deus também escolheu a Aoliabe, que aprendeu, com Bezalel, toda a obra de artesanato, de bordado e de tecelagem, eles tem o dom de ensinar os outros, e serão os chefes dos artesãos.

V:35
Deus lhes deu habilidade para fazerem todos os trabalhos de gravador e de desenhista, para tecerem linho fino e fios de lã azul, púrpura e vermelha e para fazerem outros tecidos. Eles têm habilidade para todo tipo de trabalho e para fazer desenhos.

Não basta que disponibilizemos recursos materiais, julgando que, com isso, já cumprimos o nosso correto envolvimento na obra de Deus.

O investimento material é necessário e muito útil, mas o investimento pessoal é essencial.

Em Cristo!
Images

Êxodo 35:21-29


Doar com alegria

V: 21-28
E no dia seguinte, muita gente voltou trazendo uma oferta para o SENHOR, a fim de que a Tenda da Presença fosse construída.

V: 29
É importante ressaltar aqui que a palavra de Deus informa que todos os israelitas trouxeram de muita boa vontade as suas ofertas a Deus.

O espírito de generosidade manifestado pelo povo de Israel deve ter agradado a Deus, porque "Deus ama ao que dá com alegria".

Não importa tanto a quantidade que se é doada, mas o sentimento com que se faz a doação.

A boa vontade e a fidelidade é o que faz aceitável o nosso serviço a Deus, e ele nos recompensa de acordo com a generosidade do propósito divino.

E o intusiasmo era tal, que as doações não paravam de chegar.

Enquanto isso, Moisés já se preocupava em encontrar pessoas hábeis que se oferecessem livremente para a construção do Tabernáculo.

No entanto, Deus já havia escolhido e preparado alguns...

Em Cristo!
Images

Êxodo 35:17-20

As roupas do Sacerdote.

V: 17
_ Bom gente, tenho ainda mais algumas instruções sobre o que devemos fazer no pátio do Tabernáculo, anotem aí: Teremos de fazer uma cortina, os seus postes e as suas bases.

_ Que mais?

V: 18
_ Vamos levantar estacas e fincá-las no solo para sustentar as cordas da Tenda, entenderam?

_ Sim!

V: 19
O SENHOR instruiu a Moisés também, lhe dando instruções detalhadas sobre os sacerdotes que deveriam servi-lo no Tabernáculo, suas vestes, e sua consagração.

_ Agora um detalhe muito importante; Vamos confeccionar as roupas que os sacerdotes usarão quando servirem no Lugar Santo, isto é, as roupas sagradas de Arão e dos seus filhos.

Nas cores e estilos, as vestes dos sacerdotes eram ricas em significados porque elas descreviam as belezas maravilhosas de Cristo, o Sumo Sacerdote e também os privilégios e deveres de todos os sacerdotes de Deus, sejam os do Antigo Testamento ou todos os crentes do Novo Testamento.

O Senhor Jesus é agora nosso Sumo Sacerdote, e os sacrifícios ordenados pelo SENHOR não têm mais razão de ser, porque Ele deu seu próprio sangue.

As vestimentas que distinguiam o sumo sacerdote dos demais são figura da glória e beleza do nosso Sumo Sacerdote, santo, inculpável, sem mácula, separado dos pecadores, e feito mais alto do que os céus.

Ele veio para nos salvar, e agora está à destra de Deus para nos manter salvos.

V: 20
Depois e passada a lista dos materiais, Moisés libera o povo;

_ Ok, pessoal! Por hoje é só. Agora cada um vá para sua tenda e vejam quais dos materiais necessários que de bom grado cada um vai doar. Nos vemos amanhã!

Então o povo, cheio de trabalho a fazer mas feliz por participar da construção do Tabernáculo volta para casa.

Em Cristo!
Images

Êxodo 35:16

O Altar de bronze!

V:16
Vimos até agora que apenas o Sumo Sacerdote poderia entrar no Santo dos Santos, e isso uma vez por ano, no Dia da Expiação.

Já a tribo sacerdotal poderia ir somente no Tabernáculo, e qualquer israelita poderia no máximo entrar no pátio.

As palavras de Deus para Moisés eram muito claras acerca da maneira como eles deveriam se aproximar de Deus.

Eles nunca tinham se aproximado de Deus enquanto eram escravos no Egito, mas tiveram o privilégio de se sentar à mesa com Deus por ocasião da libertação, ou seja, comeram a Páscoa apressadamente em suas casas, pois eles estavam deixando a terra de escravidão e estavam se preparando para a jornada à terra prometida.

Mais tarde Deus revelou Sua santidade no Monte Sinai,  e eles completamente horrorizados, foram conscientizados de que nenhum homem poderia se aproximar de Deus, a não ser seu líder Moisés.

Então Deus lhes revelou um padrão de adoração que era consistente com a Sua santidade, tornando possível para o homem pecador entrar em Sua presença .

Este padrão de adoração estava no Tabernáculo inteiro, e Deus começou a lhes revelar que tudo aquilo estava envolvido no sangue de um sacrifício expiatório, com o qual eles estavam identificados, mas não completamente.

Moisés agora começa a explicar os materiais e as peças que terão de fazer para a parte externa;

_ No lado de fora da tenda, vamos construir também um altar para queimar as ofertas com uma grelha de bronze; os cabos e o resto do equipamento do altar e uma pia com um suporte;

Quando o Israelita se aproximasse do Tabernáculo com o seu sacrifício e atravessasse o portão de entrada ele encontraria entre ele e o Tabernáculo um altar com um sacerdote ao lado.

Fora do altar de bronze não havia outro modo de se aproximar de Deus.

A aliança com Deus era uma aliança de sangue e então o animal inocente representava o pecador, e tomava o lugar dele no altar.

É por isso que se colocavam as mãos na vítima inocente, a seguir o violento corte na garganta.

Uma imagem que faria sua pele se arrepiar, que trazia uma incrível consciência do pecado, e do seu salário que é a morte.

Em Cristo!
Images

Êxodo 35:13-15

Os objetos do Lugar santo

V:13
Depois de falar do lugar santíssimo, Moisés se dedica agora à descrição dos móveis do lugar santo.

_ Agora quero falar a vocês dos moveis que precisaremos para colocar no Lugar Santo.

_ Más o que é o Lugar Santo, Moisés?

_ Bom, o Lugar Santo é o lugar de comunhão com Deus.

O problema é que somente o sacerdote é que poderia entrar ali.

Isso representa uma verdade que somente os salvos em Cristo têem:

"A comunhão verdadeira com Deus".

_ E quais são os objetos que colocaremos neste lugar?

_ Vamos ter de fazer uma mesa, os seus cabos e todo o seu equipamento, nela colocaremos os pães oferecidos a Deus;

A Mesa dos Pães representa a nossa comunhão com Deus.

Como?

O Tabernáculo era a casa de Deus e sendo assim, continha uma mesa farta, onde Seus filhos podiam se banquetear e ter comunhão com Ele, certo?

E os sacerdotes representavam nossa posição hoje como sacerdote-cristão na casa de Deus.

Ou seja, como filhos de Deus nós nos banqueteamos em Sua mesa.

Maravilha, não?

V:14
_ No Lugar Santo não entrará nenhum tipo de luz natural, será totalmente fechado, portanto, faremos um candelabro com seu equipamento, as lamparinas com o seu azeite;

Agora pense comigo; Se o Lugar Santo representa a nossa comunhão com Deus então a falta de luz natural aponta à verdade que a nossa comunhão com Deus não necessita nenhuma “luz natural”, ou fruto do raciocínio humano.

Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece e Ele é a luz da minha comunhão com Deus.

V:15
_ Teremos que construir uma terceira peça para este Lugar; Um altar de queimar incenso, e precisaremos de azeite de ungir e de incenso cheiroso, e vamos colocá-lo bem em frente da cortina que vai separar o Lugar Santo do Lugar Santíssimo.

O altar dourado era usado com incenso ardente, que duas vezes por dia era oferecido pelo sacerdote, depois que ele tivesse acendido o pavio e abastecido de azeite as luminárias santas.

O incenso era uma mistura de três especiarias ricas e raras, que não foram identificadas até hoje.

Estas eram misturadas com o puro incenso, moídas e misturadas com sal.

Esta fórmula foi totalmente proibida para ser cheirada por qualquer indivíduo.

Só podia ser usada na adoração a Deus no Santo Lugar.

Em Cristo!