Images

Levítico 20:23-27 - Porque Deus mandou matar?

Porque Deus mandou matar?

Levítico 20:23-27

Essa é uma pergunta realmente difícil de responder, tanto que em minhas pesquisas pela internet, encontrei poucos textos tratando seriamente sobre este assunto.

Essa é também uma questão que, por ignorância ou cinismo, é usada por muitos para se afastarem da Bíblia ou melhor do Deus da Bíblia.

Dizem:

Como vou crer no seu ‘deus’ se Ele mandou matar tanta gente?

Esse não é o Deus de Amor que creio e Jesus não mandava matar ninguém’.

É o que dizem.

É onde se escondem.

O fato é que Deus realmente autorizou a pena de morte pela violação de muita coisa.

Neste capítulo, por exemplo, Deus deu avisos especiais contra: adoração idólatra, bruxaria, imoralidade sexual e perversões semelhantes.

E a maneira de executar a pena de morte foi pelo apedrejar.

Precisamos entender que Deus estava formando uma nação para representá-lo, povo esse que vivia rodeado de nações pagãs com seus costumes bem distantes do padrão de santidade do qual Deus queria para seu povo.

Ao decretar uma sentença de morte a determinados tipos de pecados, Deus estava dizendo a seu povo, que o salário do pecado era a morte.

Portanto todos mereceriam morrer.

No entanto, Deus freqüentemente demonstrava misericórdia quando a pena de morte era dada.

Davi por exemplo, cometeu adultério e homicídio, e mesmo assim Deus não exigiu que sua vida fosse tirada.

No fim das contas, todo e qualquer pecado que nós cometemos deveria resultar na pena de morte (Romanos 6:23).

Felizmente, Deus demonstra o Seu amor por nós não nos condenando (Romanos 5:8).

Quando os fariseus trouxeram a Jesus uma mulher que havia sido pega em adultério e perguntaram a Ele se ela deveria ser apedrejada, o que Jesus respondeu?

“Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire a pedra” (João 8:7).

Jesus estava simplesmente expondo a hipocrisia dos fariseus.

Ou seja, como pecadores, mereciam também ser apedrejados.

Por outro lado, os fariseus queriam fazer com que Jesus violasse a lei do Antigo Testamento...

Eles realmente não se importavam com o fato de a mulher ser apedrejada (onde estava o homem pego em adultério?

Por causa da desobediência e do pecado, todos somos réus de morte, mas Deus, no infinito amor, transferiu a nossa culpa e o nosso castigo para seu filho, o Senhor Jesus, o qual sofreu a morte em nosso lugar.

Deus instituiu a condenação a morte desde o princípio, na sua palavra, veja abaixo;

“Se alguém derramar o sangue do homem, pelo homem se derramará o seu; porque Deus fez o homem segundo a Sua imagem” (Gênesis 9:6).

Seria presunçoso da nossa parte pensar que nós podemos questionar uma lei de Deus ou instituir um padrão mais alto que o Dele ou que nós podemos ser mais bondosos do que Ele.

Deus tem um padrão mais alto do que o de qualquer outro ser, visto que Ele é perfeito.

Este padrão se aplica não apenas a nós, mas para Ele mesmo.

Portanto, Ele ama em um grau infinito, e Ele tem misericórdia em um grau infinito e sua justiça é aplicada em um grau infinito.

Nós também vemos que Ele tem ira em um grau infinito, e tudo isto se mantém em perfeito equilíbrio.

Enquanto satanás, através de falsos deuses exigia a vida muitos para sua adoração, Deus exigiu em alguns momentos, a vida apenas daqueles que desobedeciam conscientemente.

Entretanto, esse mesmo Deus que mandava matar, matou a si próprio por todos nós.

Difícil de compreender?

Pois é, isso é amor, misericórdia e justiça em graus infinitos.

Em Cristo!

A seguir: Leis para os sacerdotes

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

  1. OBRIGADO DEUS PELO TEU AMOR E TUA PROTEÇAO POR MINHA VIDA....

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails