Images

Números 11: 24-30 - A universalidade do evangelho

A universalidade do evangelho

Números 11: 24-30

Então Moisés saiu e contou ao povo o que o Senhor tinha dito.

Reuniu setenta autoridades dentre eles e os dispôs ao redor da Tenda.

O Senhor desceu na nuvem, falou com Moisés e tirou do Espírito que estava sobre ele e o pôs sobre as setenta autoridades.

Quando o Espírito veio sobre eles, profetizaram, mas depois nunca mais tornaram a fazê-lo.

Acontece que dois dos anciãos, chamados Eldade e Medade, que estavam na lista de autoridades, não haviam comparecido à reunião, talvez por bons motivos, mas nem por isso o SENHOR deixou de lhes dar também do Espírito.

O Espírito também veio sobre eles, e profetizaram no acampamento.

Um jovem dedo duro que viu o que acontecia foi correndo contar o que estava acontecendo a Moisés.

_ Ô seu Moisés?

_ Quem está lá fora, veja pra mim Josué.

_ Deixa e ver... É um moleque... Ta lhe chamando.

_ Então o mande entrar.

O jovem entra na tenda de Moisés;

_ Fale rapaz...

_ Seguinte seu Moisés... Eldade e Medade estão profetizando no acampamento...

Este ato profético significa "ressoar os louvores de Deus e decla¬rar sua vontade".

E o equivalente do testemunho que um grupo similar deu no Dia de Pentecostes (At 1.4-8; 2.4,6-18).

A profecia dos setenta deve ter sido proclamações da fidelidade de Deus em vigor até ali na viagem e lembranças da libertação do Egito.

Os setenta anciãos estavam, então, levantando o estado de ânimo do povo no acampamen¬to a favor de Deus.

Josué de quem ainda ouviremos falar muito, não se conteve:

_ Isso é ultrajante! Moisés, meu senhor, proíba-os!

Diante dessa sugestão, Moisés frisou uma lição válida em todos os tempos:

_ Você está com ciúmes por mim?

Nem todos os que efetivamente servem a Deus são comissionados da mesma maneira, e nem todos vão sob a mesma bandeira (Lc 9.49,50).

_ Não, claro que não meu senhor...

Logo após este diálogo entre Moisés e Josué, Moisés fez a clássica proclamação, ressaltando, mesmo naqueles dias antigos, a universalidade do evangelho do Espírito:

_ Olha Josué, quem dera todo o povo do Senhor fosse profeta e que o Senhor pusesse o seu Espírito sobre eles!

Nesta proclamação, o servo do Senhor vê mais que um grupo imediato de pessoas que seria usado em missão especial na obra de Deus; ele projeta este derramamento como possibilidade para todos os filhos de Deus.

Deus pode trabalhar através de quem Ele quiser...

Cuidemos para não pormos obstáculo à Sua obra por motivo de ciúmes!

O invejoso se preocupa mais com o sucesso alheio do que com seu próprio fracasso, motivado por mera competição e concorrência egoísta.

Depois deste incidente sem importância, Moisés mandou todos voltarem para suas barracas.

No dia seguinte logo pela manhã começou uma ventania repentina, seguida pelo barulho de coisas caindo...

Que veremos na próxima postagem.

Em Cristo!



Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. Gostei muito da explicação. Obrigada por me ajudar a entender mais a palavra de Deus!

    ResponderExcluir
  2. eldade era hebreu medade grego mas quem os escolheu foi Deus.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails