Images

Números 17: 1-13 - A Vara De Arão Floresce

A Vara De Arão Floresce

Números 17: 1-13

A rebelião, promovida por Coré, havia despertado grande desconfiança entre o povo sobre a autenticidade e a exclusividade do sacerdócio de Arão.

Mesmo com a morte de Coré, dos principais envolvidos e outros subversivos, somando ao todo cerca de quinze mil pessoas, havia ainda dúvidas.

O SENHOR, portanto determinou que a sua escolha de Arão fosse provada visível e definitivamente, mediante um sinal sobrenatural.

Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo:

_ Diga aos israelitas que cada um dos chefes de tribo lhe traga um bastão; serão doze bastões ao todo.

Escreva o nome de cada chefe no seu próprio bastão

Essas varas eram de madeira dura, seca, próprias para caminhadas e para conduzir os animais pelo deserto.

Não lhes restavam quaisquer sinais de vida, nem o mínimo broto.

_ E Arão?

_ Depois escreva o nome de Arão no bastão que representa a tribo de Levi. Haverá um bastão para cada chefe de tribo.

_ Tá bom Senhor, mas o que farei com os bastões?

_ Você colocará os bastões na Tenda Sagrada, em frente da arca da aliança, onde eu me encontro com vocês.

_ Aí o bastão do homem que eu escolher vai brotar. Assim farei com que parem as reclamações que esses israelitas fazem contra mim.

Então Moisés falou com os israelitas, e cada um dos seus chefes lhe deu um bastão, um para cada tribo, doze ao todo.

No dia seguinte Moisés entrou na Tenda e viu que o bastão com o nome de Arão, que representava a tribo de Levi, havia brotado. E tinha brotos, flores e amêndoas maduras.

Era uma ressurreição e frutificação que unicamente poderia ser produzida pelo Criador.

Foi uma perfeita ilustração da ressurreição do Senhor Jesus Cristo.

Essa ressurreição O habilitou a ser sacerdote.

Com este milagre, o povo de Israel deveria entender que precisavam de Arão para se aproximar de Deus e fazer expiação pelos seus pecados, em lugar deles.

Aí Moisés tirou da presença do SENHOR todos os bastões e levou aos israelitas.

Eles viram o que havia acontecido, e cada chefe pegou o seu bastão.

O pouco tempo decorrido foi prova adicional da natureza milagrosa do florescimento.

O SENHOR Deus disse a Moisés:

_ Ponha de novo o bastão com o nome de Arão dentro da arca da aliança, junto com o pote de maná.

_ Sim...

_ Ele ficará ali como um aviso para os israelitas rebeldes.

_ Entendi...

_ Assim, eles vão parar de reclamar contra mim e não serão mortos.

E Moisés fez como o SENHOR havia mandado.

O povo reconheceu a escolha de Deus com uma depressão muito grande, porque agora souberam que iam morrer no deserto.

_ Estamos perdidos! Vamos morrer! Sim, todos nós vamos morrer!

_ Aquele que chegar perto da arca do SENHOR morrerá!

_ É, sim, todos nós vamos morrer!

Só Arão e a tribo que ele representava poderiam se aproximar de Deus.

E morreram mesmo no deserto, pois esta foi à correção do Senhor que ninguém podia mudar.

Em Cristo!

A seguir: Os deveres dos levitas e sacerdotes.


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

Related Posts with Thumbnails