Images

Números 20:1 - De volta a Cades Barnéia


De volta a Cades Barnéia

Números 20:1

Começa aqui a terceira e última parte de uma narrativa sobre a viagem que começou a ser contada em Êxodo, Levítico e Números.

A primeira narrou a jornada do mar morto até o monte Sinai...

A segunda cobre a jornada do Sinai até Cades...

A última resumirá as peregrinações de Cades até a Transjordânea.

A perambulação do povo de Israel através do deserto estava chegando ao fim, e este capítulo começa no primeiro mês do quadragésimo ano desde que havia saído do Egito, tendo eles vagueado pelo deserto e por fim voltado a Cades, de onde haviam partido trinta e sete anos antes.

O relato desses 38 anos estão todos contidos entre os capítulos 14 e 20 do livro de Números, o que não é muito.

Não foram anos de grandes bênçãos para o povo, e durante eles todos os israelitas de vinte anos ou mais que haviam saído do Egito morreram ou estavam para morrer até se completar esse ano, com exceção de Calebe e Josué, para se cumprir o castigo de Deus sobre a sua incredulidade (Números 14:28-30).

Então a Bíblia passa quase totalmente por cima dos eventos que aconteceram no deserto durante este período de tempo de 38 anos das jornadas de Israel no deserto.

Por quê?

Porque o tempo que o povo de Deus gasta no deserto espiritual por causa da sua infidelidade e incredulidade é tempo perdido, gastado por nada, sem valor, e que Deus nem considera como sendo importante.

Deus nos ajuda para não ficar no deserto espiritual perdendo tempo.

Também quando nos deixamos esmorecer pela incredulidade, e não agimos pela fé segundo a vontade de Deus, deixando de testemunhar de Cristo e de fazer uso dos nossos dons espirituais dentro e fora da igreja de Cristo, somos estéreis, e nada acontece de importância.

Não estamos prosseguindo para o alvo, mas vagueando sem destino.

Como já disse, o povo de Deus da velha geração estava morrendo no deserto por causa da sua incredulidade e infidelidade um por um exatamente como Deus tinha dito.

Que coisa triste, não?

Em seguida a morte de Miriã é relatada em sete palavras!

Não se fala em pranto, luto ou qualquer cerimônia especial...

Este registro serve como cumprimento da sentença divina de que ninguém da geração que saíra do Egito entraria em Canaã, e prenunciava aqui a sorte semelhante que caberia aos seus irmãos, Arão e Moisés.

Depois de todos esses anos, a nova geração estava se esquecendo que sua perambulação era o resultado do pecado dos seus pais, e começaram a por a culpa em Moisés.

Mas isso é assunto para a próxima postagem.

Em Cristo!

A seguir: Sem água em Cades

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails