Images

Números 25: 1 - Os Israelitas se rendem as mulheres moabitas


Os Israelitas se rendem as mulheres moabitas

Como vimos na postagem anterior, Balaão voltou pra Mesopotâmia, deixando o desesperado Balaque na mão.

Mas não totalmente, antes de ir embora o incircunciso deu um conselho a Balaque;

_ Majestade?

_ O que você quer?

_ Antes de ir embora, quero lhe dar um conselho...

_ E qual é o conselho?

_ Vossa Majestade deveria infiltrar o acampamento dos israelitas com lindas mulheres moabitas, para que se casem com israelitas e introduzam a idolatria para afastá-los do SENHOR que os protege.

O maior perigo que o povo de Israel tinha que enfrentar não eram os exércitos dos povos que habitavam a terra prometida, mas sim a tentação constante de se contaminar com as religiões e costumes dos cananeus.

_ É... Você pode ter razão...

Eles estavam acampados em Sitim, que se localizava na fronteira da terra de Canaã, um campo verdejante, alinhado a partir de um bosque de árvores de acácia que se alinhavam ao lado oriental do Jordão.

Seguindo o conselho de Balaão, lindas mulheres moabitas começaram a pipocar no acampamento de Israel.
O resultado?

Orgias sexuais no acampamento...

Baal-Peor, ou Baal de Peor era o deus mais popular de todos os deuses dos povos daquela região, representado por um touro medonho, símbolo de força e de fertilidade, considerado o deus das chuvas e das colheitas.

Por ser tão popular, o nome Baal veio a ser freqüentemente usado de maneira genérica para todos os deuses da localidade.

Quando o inimigo de Deus não pode eliminar o testemunho dos eleitos através de um conflito direto, muitas vezes, tenta neutralizá-los contaminando os eleitos com o mundo.

Sitim era a sua última estação, dali até Canaã, era um tapa... Estavam tão próximos...

Este é apontado como um grande agravamento do pecado que cometeram quando Deus estava para colocá-los na posse de suas terras há muito esperado.

Depois de tanto entrar e sair das tendas dos Israelitas, as mulheres convenceram os hebreus a ir até Moabe para acompanhá-las em festas e orgias em homenagem a seus deuses, principalmente ao tal Baal-Peor.

Mas este é assunto para a próxima postagem...

Em Cristo!

A seguir: A prostituição religiosa. 

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails