Images

Juízes 14:5-9 - Sansão mata um leão como se fosse um cabrito véio.



Sansão mata um leão como se fosse um cabrito véio.

Depois de muita discussão, os pais de Sansão não resistiram ao desejo insistente do filho, e apesar de perceberem as dolorosas consequências que poderia ter tal casamento, o acompanharam a Timna a fim de fazer o pedido de casamento.

No caminho, quando estavam passando pelas plantações de uvas de Timna, um leão novo veio rugindo para cima dele.

Seus pais que caminhavam logo à frente nem perceberam o perigo que seu filho passava (ou o leão).

Leões eram comuns nos desertos do sul de Judá, e no Vale do Jordão, mas desapareceram desde o tempo das Cruzadas.

Mas o Espírito do SENHOR fez com que Sansão ficasse forte.

O Espírito distribui diversos dons e habilidades, segundo Ele bem entender. (Ex. 31:. 2-5, 1 Cor 12).

E o dom especial de Sansão é revelado em sua força sobrenatural.

Com as suas próprias mãos, Sansão despedaçou o leão, como se fosse um cabrito véio.

Porém não contou nem ao seu pai nem à sua mãe o que havia feito.

Se imaginassem que tinha leões por aquelas bandas, nunca mais fariam o mesmo trajeto. 

Quando chegaram a Timna, seus pais foram conversar com os pais da moça, e Sansão foi conversar, é lógico, com a moça e se agradou ainda mais dela.

Foi amor à segunda vista...

Pareciam feitos um para o outro...

Tinham os mesmos gostos, os mesmos sonhos, os mesmos ideais...

Guando se está apaixonado, tende-se a forçar a realidade, fazendo de um simples encontro um acontecimento sobrenatural, como se forças superiores manipulassem o tempo e o espaço para se realizar a união de duas almas gêmeas...

Apesar das resistências também dos pais da moça, o casamento foi acertado.

Depois disso, enquanto o dia do casamento não chegava, aquela casa virou parada obrigatória para Sansão.

Apaixonado como nunca, não conseguia ficar um dia sem ver sua amada.

Certo dia, ao voltar para casa, Sansão saiu da estrada para dar uma olhada no leão que havia matado.
E ficou espantado ao ver um enxame de abelhas e mel dentro do corpo do pobre animal. 
Por natureza, as abelhas evitariam qualquer decomposição e putrefação.

Obviamente, os chacais e abutres devoraram toda a carne, fazendo com que os ossos ficassem limpos e secos com o forte calor do deserto.

Apenas o esqueleto permaneceu.

E na cavidade formada pelas costelas, um enxame de abelhas acabou construindo sua colmeia.

Sansão então tirou mel com as mãos e saiu comendo.

E quando chegou em casa, deu um pouco do mela seus pais, mas não lhes contou que havia tirado o mel do corpo do leão. 

Agora, você deve estar se perguntando...

Mas porque esta estória do mel na carcaça de um leão?

Bom, esse será um assunto para próxima postagem.

Em Cristo!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. Na verdade está certo, história é uma referência a um fato real, estória é mais para um conto..

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails