Images

1 Samuel 4:19-22 - A tragédia chegara, conforme a palavra profética, e a esposa de Finéias não suportou a notícia da perda da arca.


A tragédia chegara, conforme a palavra profética, e a esposa de Finéias não suportou a notícia da perda da arca.


Como vimos na postagem anterior, os filisteus lutaram bravamente e prevaleceram contra Israel.

Mataram a Hofni e Finéias, os filhos de Eli, que tinham ido ao campo de batalha para levar a arca da aliança.

Os filisteus levaram a arca consigo para suas cidades, como um troféu de guerra.

Aquela era a sua maior conquista até então.

Israel sentiu-se abandonado…

Sem a arca era como se estivessem sem Deus…

Um dos soldados, que escapara da batalha, levou a notícia a Siló.

Quando o sacerdote Eli ouviu que seus filhos eram mortos “ao fazer ele menção da arca de Deus, caiu Eli da cadeira para trás, junto ao portão, e quebrou-se-lhe o pescoço, e morreu, porque já era homem velho e pesado; e havia ele julgado a Israel quarenta anos” (1Sm 4.18).

A Bíblia não nos fala o nome da esposa de Finéias.

Apenas nos diz que ela estava grávida, e o parto estava próximo.

A esposa de Finéias deveria ser conhecedora da Lei, da vontade de Deus.

Por conseguinte, ela deveria sofrer com o péssimo testemunho de seu jovem marido e de seu cunhado.

Pelo fato de ter mais de uma parteira para auxiliá-la, podemos perceber que era uma mulher rica.

Mas faltava-lhe o essencial para uma descendência feliz e abençoada, um marido temente a Deus.

Toda mulher que quer se casar precisa olhar que tipo de pessoa é o seu futuro esposo.

Se desejar uma descendência abençoada, não se case com os “Finéias” que estão por aí…

Ao ouvir as tristes notícias das mortes dos homens de autoridade nacional, seu sogro e os dois filhos, a esposa de Finéias entrou em trabalho de parto.

Mas sua maior dor não foi por causa das profecias a respeito de seu marido e sua descendência, mas foi por causa da arca da aliança ter sido levada pelos inimigos.

Isto, sim, era a tragédia maior.

“Foi-se a glória de Deus”, ela afirmou, ao morrer.

O pior havia acontecido.

Algo jamais imaginado pelo povo de Israel tornara-se realidade.

Estavam órfãos de Deus…

E ela deu ao seu filho o nome de Icabô, ou Icabode, que significa “foi-se a glória de Israel, isto porque a arca de Deus fora tomada” (1Sm 4.22).

A comoção foi forte demais.

A parteira e outras mulheres que ali estavam ainda tentaram animá-la, mostrando-lhe o filho recém-nascido.

A tragédia chegara, conforme a palavra profética, e a esposa de Finéias não suportou seu a notícia da perda da arca.

O menino cresceu com esse nome que era um marco da tragédia nacional.

A glória do Senhor havia desaparecido.

Mas Deus jamais desampara seu povo.

A arca voltaria, mas era necessário haver uma transformação radical na vida da nação, que estava contagiada com a falta de temor de Deus e com o pecado.

O homem que Deus havia separado para a restauração de Israel seria Samuel, filho de Elcana, homem temente a Deus, e de Ana, uma mulher de oração.

O contraste entre o lar de Ana e de Finéias estava nos filhos e na sua consagração a Deus…


Em Cristo!


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails