Images

1 Samuel 25:15-35 - Abigail encontra-se com Davi e salva a pele de seu marido!


Abigail encontra-se com Davi e salva a pele de seu marido!

1 Samuel 25:15-35

Um dos jovens que servem Nabal observa o encontro entre os servos de Davi e Nabal. 
Ele sabe o quanto Davi e seus homens beneficiaram seu senhor e como ofensiva a resposta de Nabal será o de Davi. 

De alguma forma, ele sabe que Davi está vindo, e que, se algo dramático não for feito rapidamente, haverá problemas para todos. 

Ele também sabe que Nabal é um tolo, com quem ele não pode raciocinar. 

E assim o servo não fala com Nabal, mas rapidamente avalia Abigail da situação e da necessidade de uma ação decisiva. 

Parece que este servo tem um grande respeito por Abigail e seu julgamento, que é a razão pela qual ele a busca. 

Ele não sugere a Abigail o que deveria fazer, mas simplesmente diz a ela os fatos e a motiva a agir com a sabedoria que ela é conhecida por ter.

_ Senhora Abigail, a senhora ficou sabendo?

_ Sabendo de quê?

_ Bah, uma tremenda confusão! Sabe o Davi?

_ Davi? Aham. Claro.

_ Então. Ele enviou uma mensagem ao patrão, pedindo mantimentos, essas coisas. 

_ Sim. E dai?

_ Foi uma mensagem muito educada, cheia de saudações e coisa e tal. Quando a gente estava no campo, durante todo o tempo ele tratou a gente muito bem.

_ É, ouvi falar que esse Davi é um legítimo cavalheiro. 

_ Pois então. Mas acontece que o patrão mandou uma mensagem muito da mal educada em resposta, dizendo que não vai ajudar é ninguém, e xingando Davi.

_ NABAL NÃO FEZ ISSO!

_ Pois é, mas ele fez!

_ EU NÃO ACREDITO!

_ Eu achei bom contar pra senhora, porque falar com o patrão não adianta nada mesmo. Pense nisso e resolva o que fazer. Isso poderá vir a ser um desastre para o nosso patrão e toda a sua família. Ele é tão mau, que ninguém pode falar com ele.

_ E fez bem, muito bem. Obrigada. Pode deixar, vou dar um jeito.

Abigail saiu dali e, ajudada por seus empregados, pegou duzentos pães, dois odres cheios de vinho, cinco ovelhas assadas, dezessete quilos de trigo torrado, cem cachos de passas e mais um monte de pasta de figo. 

Devemos tomar nota que Abigail não pergunta ou informa Nabal sobre o que ela está fazendo.

Ela não pede, porque ela sabe qual a resposta que Nabal dará. 

Ela não o informá sobre o que ela está fazendo, porque ele vai, sem dúvida, pedir os funcionários para não fazer o que ela instruiu. 

Logo veremos que as ações de Abigail são um exemplo de verdadeira submissão, mesmo quando na superfície eles não parecem ser.

Agindo rapidamente, Abigail reúne porções generosas de alimentos que ela envia adiante por seus servos. 

A velocidade é a essência. 

Davi está no seu caminho, e ele está determinado a matar todos os homens que ele encontra na casa de Nabal, incluindo Nabal. 

Eu não posso responder, mas pergunto onde Abigail conseguiu todos esses suprimentos tão rapidamente. 

Eu acho que eu sei, e se eu estiver certo, é de fato uma situação divertida.

Sabemos que Abigail envia a Davi 200 pães, 2 jarras de vinho, 5 ovelhas já preparadas, além de uma generosa porção de cereais, uvas passas e figos. 

Sabemos também que, enquanto Abigail está ocupada, Nabal está tendo uma festa em sua casa, uma festa digna de um rei (verso 36). 

Eu acredito que os suprimentos Abigail envia a Davi vem do estoque que Nabal planeja consumir em sua festa. 

Você pode imaginar seu rosto quando ele entra na despensa e descobre que uma boa parte de seu banquete está faltando? 

Mesmo assim, é evidente que ele não sente falta de nada.

Tendo enviado a farta quantidade de alimentos a frente, Abigail faz o seu caminho para baixo da montanha, fora da vista de Davi e seus homens. 

Davi igualmente desce do terreno mais elevado, só que ele ainda está resmungando sobre os insultos de Nabal e ensaiando o que ele vai fazer quando ele tiver suas mãos sobre esse déspota ingrato. 

Sem qualquer das partes reconhecer o que está acontecendo, Davi e Abigail são ambos convergindo para o outro, e de repente estão cara a cara um com o outro.

Abigail ia montada no seu jumento e, de repente, numa curva, na descida, encontrou Davi e os seus homens, que vinham na sua direção. 

_ A gente ajuda os outros e ganha o quê? Nada! Só ingratidão! De que me adiantou proteger aqueles infelizes? Ah, mas isso não fica assim! Que Deus me castigue se eu deixar nem que seja um homem vivo naquela terra. Ah, eles vão ver o que é bom pra tosse!
Seu resmungo foi interrompido, porém, pela chegada daqueles jumentos carregados de comida e bebida. 

Antes que pudesse perguntar aos homens que traziam os jumentos de quem fora tamanha bondade, viu uma linda mulher que chegava. 

A pergunta ficou entalada na garganta enquanto ele contemplava tamanha beleza.

Ao vê-lo, a mulher desmontou do jumento rapidamente, e se ajoelhou, encostando o rosto no chão.

_ Senhor Davi, ouça-me! Por favor, não ligue para o que Nabal disse. Ele é um tolo, como bem diz seu nome. Eu não vi quando os homens foram levar sua mensagem a ele, por isso não tive como evitar esse erro. Mas o ignore, senhor, e aceite esse presente que eu lhe trago. Por favor, desista de seus planos de vingança. Eu sei que meu marido foi estúpido e o desrespeitou, mas pense bem: um dia o senhor vai ser rei, e é melhor que não tenha motivos para se arrepender ou sentir remorso por ter cometido um crime assim. Deixe a vingança nas mãos de Deus, já que ele sempre o protegeu.

_ Louvado seja o Senhor, o Deus de Israel, que mandou você hoje para me encontrar! Graças ao que você fez hoje e ao seu juízo, eu deixei de cometer um crime de morte e fui impedido de me vingar por mim mesmo. Que o Senhor Deus me livre de fazer algum mal a você! Eu juro pelo Senhor, o Deus de Israel, o Deus vivo, que, se você não tivesse se apressado e não tivesse vindo me encontrar, amanhã cedo todos os homens de Nabal estariam mortos, até os meninos! Como você se chama, minha querida?

_ Abigail.

_ Então Abigail, volte para casa e não se preocupe. Eu farei o que você quiser.

_ Obrigado, senhor.

Palavras de Abigail soam verdadeiras para Davi. 

O que ela diz se enquadram com tudo o que Deus tem ensinado Davi. 

Ele sabe que ela está certa, e agora admite ao elogiá-la diante de todos os seus homens. 

Davi reconhece que Abigail é literalmente uma dádiva de Deus, e que por meio de suas palavras e atos, Deus o impediu de fazer algo errado, tomando vingança contra Nabal, e, assim, derramando sangue inocente. 

Se ela não tivesse agido com rapidez, David teria realizado seu plano inconsequente. 


Ela salvou Davi da loucura e da culpa, e ao mesmo tempo poupou a vida de seu marido e todos os homens de sua família. 

Em Cristo!

A seguir:

Abigail encontra-se com Davi e salva a pele de seu marido!


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

4 comentários:

  1. Muito bom mais não consigo a outra parte

    ResponderExcluir
  2. Usando as imagens do livro "o meu livro de histórias bíblicas", publicado e reservando todos os direitos de autores das testemunhas de Jeová...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails