Images

I Samuel 27: 1-4 Davi, vira um bandido perigoso - parte 1


Davi, vira um bandido perigoso - parte 1

I Samuel 27: 1-4

Olá amigo leitor. Gostaria, antes de dar continuidade a história de Davi, fazer um breve resumo de tudo o que aconteceu até agora na vida desse homem de Deus.

Davi tinha sido ungido por Samuel como o próximo rei de Israel no capítulo 16

No capítulo 17, ele se levanta contra Golias, o campeão filisteu de Gate, e o mata. 

No capítulo 18, Saul começa a ficar nervoso com a popularidade de Davi com o povo e se prepara para trazer a morte sobre Davi. 

Na primeira, ele quer fazer com que pareça um acidente, mas, eventualmente, ele dá ordens para Davi para ser condenado à morte. 

Eventualmente Davi é forçado a fugir para salvar sua vida, vivendo como um fugitivo da justiça.

Fuga de Davi de Saul começa com sua inesperada aparição em Nobe, onde ele conta a Aimeleque, o sacerdote uma história falsa para explicar que ele veio sem seus homens. 

A pedido de Davi, o sumo sacerdote a ele um pouco do pão sagrado e a espada de Golias. 
De Nobe, Davi foge para rei Aquis em Gate. 

O rei está disposta a fornecer refúgio para Davi, até que alguns de seus servos o lembram que a reputação de Davi é um perigo. 

Sabendo que ele está em perigo, Davi finge ser louco e se livra da morte nesse território.

Deste ponto em diante, Davi começa a reunir uma sequência de fugas e é forçado a se esconder em regiões remotas de Judá, especialmente depois do vexame em Gade.

No capítulo 24, Saul e Davi por coincidência procuram acabam usando a mesma caverna. 

Os homens de Davi interpretam este "encontro divino" como um sinal de que Deus quer que eles matem Saul e termine seus problemas. 

Davi não. Mesmo cortando apenas um pedaço manto do rei faz com que Davi fique com peso na consciência. 

Davi deixa Saul sair da caverna e então revela sua presença, repreendendo gentilmente o rei sobre seu desejo de matá-lo sem causa. 

Davi assegura a Saul que não tem intenção de fazer-lhe mal, e que ele deixou Deus lidar com Saul. Saul parece ceder, e os dois homens despedem-se pacificamente.

No capítulo 25, Davi é insultado por Nabal, um tolo descendente de Calebe, que, não vive de acordo com sua herança. 

Davi fica revoltado e deseja matar todos na casa de Nabal.

Só por causa da sábios intervenção de Abigail, esposa de Nabal, Davi muda de ideia.

Neste encontro, Abigail assegura a Davi que ele vai se tornar o próximo rei, e que deixar a vingança para Deus é o melhor curso de ação. 

Capítulo 26 parece ser um ponto espiritual alto para Davi. 

Mais uma vez, Saul está em busca de Davi. 

Davi fica sabendo da presença de Saul e envia espiões, que identificam o local exato do seu acampamento. 

Davi e Abisai, em seguida, entram no acampamento, enquanto os soldados de Saul dormem um sono profundo ocasionado por um sedativo divino. 

Davi não permitir Abisai mate Saul, em vez disso, apenas a lança de Saul e seu  recipiente de água são tomados, como prova de quão perto eles estavam com o rei, ainda sem impedimentos por qualquer um dos homens de Saul.

Neste confronto, Davi começa por repreender Abner, e depois o resto dos soldados com Saul por permitir que um assassino se aproximasse de seu rei. 

Esta seria uma falha digna de morte, e Davi lembra a todos, em seguida, que foi ele quem salvou a vida do rei, não qualquer um deles. 

Como pode ser, Davi se pergunta, que aquele que salva o rei seja caçado como se fosse um assassino, enquanto aqueles dignos de morte são os que buscam a sua vida?

Davi também tem uma palavra para seu rei, Saul. Ele mais uma vez afirma sua lealdade a Saul e pede outra vez porque Saul pare de desejar sua morte. 

Mas aos olhos de Davi, o rei está conduzindo-o para fora da terra, e, portanto, fora do local de adoração e bênção dos deuses. 

Davi suplica a Saul para não forçá-lo a deixar esta terra, para que seu sangue não fosse derramado em solo estrangeiro.

Saul confessa sua culpa e reconhece que Davi vai certamente prevalecerá.

Ele indiretamente promete Davi, que irá parar de persegui-lo e, assim, ele convida-o para voltar a adorar, sem temer por sua vida.

No entanto, apesar de todas as confirmações de que Davi deve ser o próximo rei de Israel, apesar de todas as próprias afirmações da fé de Davi nessa promessa, encontramos Davi deixando a terra e voltando para Gate. 

E isso é de fato muito surpreendente.

Depois de poupar a vida de Saul, pela primeira vez, Davi até chegou a acreditar que eram verdadeiras as boas intenções do rei. 

Quando da segunda, porém, ele achou que sua majestade era mesmo um maluco, e que não desistiria de persegui-lo, e que seu fim era mera questão de tempo. 

Pensando nisso, Davi concluiu que sua única alternativa seria sair de Israel. 

Não para qualquer lugar, porém: Saul não hesitaria em declarar guerra a algum dos vizinhos mais fracos, se isso pudesse ajudá-lo a botar as mãos no filho de Jessé. 

Restava, portanto, a Filistia. A experiência de Davi por lá não fora das mais animadoras. 
Porém, era sua única opção, e ele resolveu arriscar. 

Davi, que estava tão confiante de que Deus iria proteger sua vida, agora fala de sua morte como uma certeza, se ele não fugir para a terra de os filisteus.

Davi, que no capítulo anterior disse que era Saul quem pereceria , agora diz que é ele quem vai perecer. 

E Davi, que pedia a Saul para que ele não fosse forçado a deixar a terra, agora se sente compelido a deixar apesar de Saul ter lhe dado uma garantia de segurança. 

Essa mudança é mais surpreendente.

David tem realmente perdeu um pouco de sua fé aqui. 

Então Davi disse ao seu coração:"

_  Algum dia Saul vai me matar. A melhor coisa que posso fazer é fugir para a terra dos filisteus. Aí Saul deixará de me procurar em toda a terra de Israel, e assim eu ficarei livre de perigo.

Não fazia muito tempo que Davi procurou refúgio em Gate pela primeira vez. 

E isso foi um desastre miserável para Davi. Ele sobreviveu, mas ele foi expulso como um lunático. 

Alguém poderia pensar que, do jeito que Davi deixou as portas de Gate, ele teria dito a si mesmo: "Eu nunca vou fazer isso de novo!" 

E, no entanto, aqui está ele, mais uma vez e não está sozinho. 

Desta vez, Davi tem seus 600 seguidores, além de todas as suas esposas e famílias.

Davi estava certo sobre uma coisa, quando Saul ficasse sabendo que ele fugira para Gate, ele não continuaria procurando por ele. 

Será que isso significa que Saul teria continuado a caçar Davi se tivesse permanecido em território israelita? 

Continua na próxima postagem!

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails