Images

1 Samuel 28:8-15 - Saul consulta uma médium - parte 2!


Saul consulta uma médium - parte 2!

1 Samuel 28:8-15 

Em minha última postagem, comentei que muitos usam o episódio de 1 Samuel 8 como base para dizer que a Bíblia aponta que a comunicação das almas dos mortos com os vivos é algo possível. 

Mas será que é isso mesmo que o texto aponta? 

Será que uma análise aprofundada desse texto ainda faz dele um apoio à doutrina espírita? 

Vejamos na próxima postagem, agora algumas considerações sobre esse texto antes de tirarmos qualquer conclusão.

Como vimos, o rei Saul descumpriu uma lei que Deus havia dado em “Dt 18. 10-12: …nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR…”. 

Quem insistia nesse tipo de “comunicação” com mortos eram considerados uma abominação a Deus. 

Isso porque não há possibilidade desse tipo de comunicação. Na verdade, estão se comunicando com demônios enganadores. Por isso era tão veemente proibida por Deus.

Vimos na postagem anterior que Saul foi procurar a médium emocionalmente e fisicamente fraco e, por isso, foi presa ainda mais fácil da enganação. 

Observe que ele estava em um jejum prolongado e totalmente combalido emocionalmente: 

“De súbito, caiu Saul estendido por terra e foi tomado de grande medo por causa das palavras de Samuel; e faltavam-lhe as forças, porque não comera pão todo aquele dia e toda aquela noite.” (1Sm 28. 20)

A médium recebe de Saul a dica de com “quem” ele queria falar, facilitando a enganação demoníaca.

“Então, lhe disse a mulher: Quem te farei subir? Respondeu ele: Faze-me subir Samuel.” (1Sm 28. 11).

A médium assustada, diz a Saul que estava vendo a Samuel. Mas, na verdade, fica mesmo muito apavorada é com a presença do rei Saul ali ao lado dela, pois ele havia eliminado de Israel vários médiuns e agora estava ali disfarçado (1Sm 28. 3).

“Vendo a mulher a Samuel, gritou em alta voz; e a mulher disse a Saul: Por que me enganaste? Pois tu mesmo és Saul.” (1Sm 28. 12)

A médium dizia a Saul que via Samuel, mas Saul não via nada, ficando totalmente à mercê de qualquer enganação, seja da médium, seja de demônios. 

“Respondeu-lhe o rei: Não temas; que vês?” (1Sm 28. 13).

A mulher faz uma descrição óbvia da figura de Samuel (um ancião de capa); e Saul “acredita” que seja Samuel. 

Preste atenção: Saul não via nada, apenas era conduzido pela indução da médium, sendo assim, uma presa fácil.

Perguntou ele: Como é a sua figura? 

Respondeu ela: Vem subindo um ancião e está envolto numa capa. 

Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra e se prostrou.” (1Sm 28. 14). 

Veja o quão desequilibrado estava Saul, pois, apenas “pensando” que estava diante de Samuel, se prostra com o rosto em terra. 

Na realidade estava se prostrando diante de um demônio. Quanta loucura...

Mas, se você acha que não podia piorar, aí é que piora…

Pense comigo; Considerando que fosse Samuel que falava pela médium, vemos que esse suposto Samuel agia pela primeira vez bem distante da vontade de Deus, uma vez que Deus havia desaprovado a conduta de Saul e não lhe respondia já a muito tempo, mas esse Samuel respondia. 

O verdadeiro profeta Samuel sempre falou vindo da parte de Deus e agora depois de morto resolveu por si próprio não falar mais da parte de Deus?

Teria o mundo espiritual virado de cabeça para baixo? Uma bagunça que fugia do controle de Deus?

Veja também que o suposto “Samuel” faz profecias erradas, mostrando claramente que não vinha da parte de Deus. 

Ele revela que Saul e seus filhos morreriam no dia seguinte, entregues nas mãos dos filisteus (v. 19). 

Mas isso não acontece. 

Muitos dias se passam e Saul e [alguns] de seus filhos morrem em batalha [diferente do que o tal “Samuel” tinha dito. Veja aqui em (1Sm 31. 1-2). 

Em 2 Sm 2.8 vemos que Isbosete, filho de Saul, não morreu na batalha, sobreviveu a ela. 

Assim, a palavra do falso “Samuel” que a médium consultava estava errada.

Samuel, em vida, foi um  profeta verdadeiro de Deus. Após a sua morte viraria um falso profeta? 

A morte de Saul foi também consequência da consulta que fez a uma médium, demonstrando a indignação por parte de Deus. 

Pense comigo; Se Deus realmente falasse por intermédio da alma do já morto Samuel, por que Saul teria pecado em consultá-lo como relatado em 1Cr 10. 13-14?

Concluindo: Não houve conversa alguma com o verdadeiro profeta Samuel que já estava morto, pois definitivamente, isso é fato mencionado claramente por toda a Bíblia como uma impossibilidade.

Em Cristo!


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails