Gênesis 21:9-13


Um problemão para Abraão resolver

V-9.
Durante seus catorze anos, Ismael havia recebido toda a ternura e atenção de seu pai. Mas o seu ciúme se acende com a atenção dada ao pequeno Isaque, e ele reage zombando do seu irmãozinho.

E como vimos no final da última postagem, Sara viu Ismael, zombando dele e ficou furiosa.

Ismael tinha então 17 anos e sem dúvida sempre tinha se considerado como o filho maior e o herdeiro de Abraão.
No entanto, o nascimento de Isaque e a festa do desmame mostravam claramente que o filho de Sara deveria ultrapassá-lo, e como resultado ficou enciumado e começou a fazer besteiras.

V-10.
Quando Sara viu isso, disse a Abraão:

_ Mande embora essa escrava e a peste do filho dela, pois o filho dessa escrava não será herdeiro junto com Isaque, o meu filho.

É incrível como Sara tem a coragem de desprezar a Agar e seu filho, já que tinha sido ela mesma quem sugeriu a Abraão que tomasse a Agar como mulher.

V-11.
Abraão ficou muito preocupado com isso, pois Ismael também era seu filho e o amava muito.

Para Sara, Agar e Ismael eram intrusos. A primeira, uma egípcia de baixa condição, uma escrava estrangeira; o outro, um rapaz mestiço que sempre causaria dificuldades.

Más Abraão não compartilhava deste sentimento.

Pronto; a confusão estava armada. Más isso é o que podia se esperar como resuldado de um pecado que atingiu diretamente a família.

Durante anos Abraão tinha pensado que Ismael ia ser o herdeiro. Ismael era sua própria carne e sangue e amava ao rapaz que tinha sido seu único filho durante 14 anos.

Abraão não questionava o fato de que Isaque deveria ser o herdeiro prometido; mas Ismael também era seu filho.

Parecia impossível a Abraão atender ao desejo de Sara.

V-12,13.
Desesperado Abraão procurou o conselho de Deus.

Prontamente Deus lhe respondeu:

_ Abraão, não se preocupe com o menino, nem com a sua escrava.

Por um momento Abraão se sentiu aliviado, más Deus continuou;

_ Porém quero que você faça tudo o que Sara disser, pois você terá descendentes por meio de Isaque.

De um ponto de vista humano, parece estranho que Deus aprovasse o pedido um tanto egoísta de Sara.

Ainda que Deus estivesse disposto a abençoar a Ismael, o Senhor nunca aprovou a união de Abraão com a escrava.

Apenas Isaque foi escolhido por Deus como instrumento para que a nação judia e finalmente o Salvador viessem ao mundo.

A conseqüência deste pecado traria problemas ainda maiores no futuro, caso Ismael e a escrava continuassem vivendo com Abraão.

Estava claro que Ismael jamais aceitaria, principalmente após a morte de Abraão que seu irmão mais novo fosse o herdeiro.

E isto se tornaria um risco para os planos de Deus com relação a descendência que levaria a Cristo.

_ O filho da escrava é seu filho também, e por isso farei com que os descendentes dele sejam uma grande nação.

Deus iria abençoar e cuidar de Ismael por causa de Abraão. Isto sem dúvida o tranqüilizou.

Confortado, Abraão se levantou de madrugada para tomar uma difícil decisão...

Em Cristo;

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

2 comentários:

  1. CONTINUAMOS A CRER NAS PROMESSAS DO SENHOR,DEUS PROVOU A ABRAÃO QUE SUAS PROMESSAS SERIAM CUMPRIDAS,E O FORAM. ACREDITAMOS TAMBÉM QUE DEUS TEM PROMESSAS E PROPÓSITOS PARA NOSSAS VIDAS,BASTA ACREDITAR,POIS DEUS NÃO É HOMEM PARA NOS MENTIR. AMÉM

    ResponderExcluir



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores