Êxodo 32:6




O Culto divertido


V:6
Arão realmente perdeu o juízo.

Assumiu a posição de sacerdote, construiu um altar diante do bezerro de ouro e ainda convocou o povo para uma festa ao SENHOR para o dia seguinte, achando que tudo isso poderia agradar a Deus.
Assim como a adoração a Deus foi corrompida pela introdução de uma imagem para representá-lo, da mesma forma a cerimônia de adoração dos israelitas  conseqüentemente seria corrompida.
Quando os homens se afastam de Deus, perdem completamente o gosto pela verdadeira adoração espiritual.

E tal era o entusiasmo e o fervor do povo, que se levantaram bem cedo a fim de começar seu culto. 
É óbvio que o motivo não era vir ao SENHOR em reverência e humildade para oferecer sacrifícios pelos seus pecados e exaltar o Seu nome.
Mas então qual era o verdadeiro motivo?
Afinal eles madrugaram para oferecer holocaustos e ofertas pacíficas, não é verdade?
É... Mas parece que o que eles queriam na verdade era comer, beber e se divertir.
Então já dá para imaginar o que se passava na mente dos israelitas quando se dirigiam ao culto.
Aliás a palavra “divertir” em algumas versões “folgar” é a mesma palavra encontrada em Gênesis 26:8, e sugere atividade de ordem sexual, uma orgia como se praticava nos cultos pagãos.
Pois bem, logo após a celebração  o povo sentou-se para comer e beber, e depois de saciada a fome todos se levantaram para se divertirem.

O clima vulgar e de excessiva libertinagem a que o povo se entregou era típico das festas pagãs de fertilidade.
E a partir daí ninguém mais tinha controle sobre si, aconteceu um desenfreio carnal inimaginável para o local sagrado no qual estavam acampados.
Este episódio ilustra a luta constante que há na natureza humana entre a carne e o Espírito.
Desde o momento em que os israelitas saíram de Egito, experimentaram uma vida espiritual na dependência do Deus invisível e repousando sobre sua proteção.
Mas, foi só se afastarem de Deus e da influência e direção de Moisés, para prevalecer o pecado.
Se voltaram para a idolatria e com ela o “divertimento” tão intimamente ligado ao culto pagão.
Lamentavelmente é o divertimento que atrai muita gente para certas "igrejas" hoje em dia.

Tem gente procurando igreja como se estivesse procurando um clube social.

A falta de reverência é notória, e o alvo é apenas um; a satisfação pessoal.
Bom, enquanto rolava a festa no acampamento, Moisés sem saber de nada, continuava no monte Sinai, deleitando-se na mais pura e intima comunhão com o verdadeiro Deus invisível.
O SENHOR, porém, embora estivesse com Moisés, era onisciente e sabia de tudo o que estava acontecendo.
O que?

O que Deus achou de tudo isso?

Nem queira saber leitor, nem queira...

Mas aguarde a próxima postagem.
Em Cristo:

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

  1. Senhor DEUS que eu possa estar em tua casa rendendo ati o meu amor,a minha adoraçao ,com um coraçao humilde e quebrantado e dedicando ati o mais perfeito louvor.
    AMÉM

    ResponderExcluir



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores