Levítico 10:11-18 - Os sacerdotes pisam na bola novamente!

Os sacerdotes pisam na bola novamente!

Levítico 10:8-18

V:12
Moisés logo depois descobriu outra transgressão por parte dos sacerdotes, da qual participaram os dois filhos sobreviventes de Arão:

_ Eleazar, Itamar?

_ Sim, tio?

_ Onde está o cabrito que seria sacrificado como oferta para tirar pecados?

_ Bom, diante da confusão que seguiu a morte de nossos irmãos, deixamos de comer a porção da oferta que nos correspondia.

Moisés ficou muito irado;

_ O QUE? FICARAM LOUCOS?

A mansidão de Moisés era notável, mas ele também teve momentos de santa indignação.

Lembram da vez em que se indignou a ponto de quebrar em pedaços as duas tábuas de pedra?

Ação pela qual Deus não o reprovou.

O próprio Deus mesmo estava indignado.

Prezados leitores, há ocasiões quando é correto demonstrar santa indignação.

Sem dúvida a esses momentos se aplica o conselho do apostolo Paulo:

"Irai-vos, mas não pequeis" (Efésios 4: 26).

A ira de Moisés se devia ao zelo que sentia por Deus e por sua causa, não a seu orgulho pessoal nem ao desejo de vingança.

_ Por que vocês não comeram no lugar sagrado a oferta feita para tirar pecados? É uma oferta muito sagrada, e o SENHOR a deu a vocês a fim de que a oferecessem na presença de Deus para conseguir o perdão dos pecados do povo!

Tinha ocorrido uma tragédia, mas isto não devia afetar ao ritual prescrito.

Apesar disso, a obra devia prosseguir.

Com o correr dos anos, a idéia de que nada devia impedir a obra de Deus, de que as circunstâncias não deviam interromper o ritual do santuário, se enraizou profundamente na consciência dos sacerdotes.

Na ocasião da tomada e destruição final do templo pelos romanos no ano 70 DC, foi posta esta prova até o máximo.

A cidade de Jerusalém já havia sido tomada pelos romanos, mas o templo estava ainda em pé.

Era a hora do sacrifício vespertino.

E de forma calma e solene os sacerdotes levavam a cabo o ritual enquanto os romanos escalavam os muros e entravam no ambiente do templo.

Os edifícios foram incendiados e por todos os lados subiam as chamas.

Mas os sacerdotes, com passos lentos e medidos, prosseguiram com sua tarefa, sem se importar com o que estava acontecendo ao seu redor.

Na mente deles, nada devia interferir a obra de Deus.

Algumas das respostas dada por Jesus a muitas pessoas que queriam segui-lo, mas que colocavam em primeiro lugar seus assuntos pessoais nos mostra a importância da realização da obra de Deus.

A obra de Deus deve prosseguir.

Ao perceber que Moisés estáva muito irado com Eleazar e Itamar, Arão resolve interferir e dar uma explicação...

Em Cristo!

A seguir: A explicação de Arão

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

  1. É verdade ,temos q fazer faler a frase, Buscai em primeiro lugar ao reino de DEUS .( a salvaçao)
    e o mais ele quem acrescentará.

    ResponderExcluir



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores