Números 22: 9-10 - O rei de Moabe manda chamar Balaão


O rei de Moabe manda chamar Balaão

Números 22: 9-10

_ Então, a quem chamaremos?

_ Contrataremos os serviços de um profeta chamado Balaão.

_ Hum... O famoso Balaão?

_ Esse mesmo.

_ Mas ele mora muito longe!

_ Sim. Na cidade de Petor, perto do Rio Eufrates, na Mesopotâmia.

Para vocês terem uma idéia do desespero de Balaque (e da fama de Balaão), o território de Moabe era um pedaço da atual Jordânia, perto da fronteira com Israel e com a Síria. Balaão morava onde hoje fica o Iraque, cerca de mil quilômetros a leste de onde morava Balaque.

_ Você não acha que devemos contratar os serviços de algum profeta aqui em Moabe?

_ Não! Vamos chamar alguém que nos garanta a vitória.

Balaque então, enviou mensageiros para chamar Balaão.

Depois de alguns dias de caminhada, chegaram à casa de Balaão:

_ Balaão?

_ Quem são vocês?

_ Viemos da parte de Balaque, rei de Moabe. Conhece?

_ Já ouvi falar...

_ Pois então... Ele manda dizer que um povo inteiro saiu do Egito e está espalhado por todo canto e agora foram morar perto da gente. Nosso rei está com muito medo deles.

_ Sei, ouvi falar desse povo aí. Hebreus, não é?

_ Isso mesmo!

_ Uma nação organizada, que 40 anos atrás saiu do Egito e humilhou o Faraó, certo?

_ Isso mesmo!

_ Mas o que vocês querem que eu faça, se mal lhes pergunto?

_ Venha agora lançar uma maldição contra eles, pois são forte demais para nós. Talvez então tenhamos condições de derrotá-los e de expulsá-los da terra.

_ Amaldiçoar, é?

_ É. Sabemos da sua fama, Balaão. Sabemos que quem você abençoa é abençoado, e quem você amaldiçoa é amaldiçoado.

_ Tudo bem, mas isso vai custar caro...

Balaão era um profeta venal típico, comercializando com o seu dom.

Este é o "caminho de Balaão" (2 Pedro 2:15) que caracteriza os falsos ensinadores.

O "erro de Balaão" (Judas 11) foi que ele não compreendia que o povo de Israel havia sido redimido pelo SENHOR, mas via apenas um povo como outro qualquer; os falsos ensinadores também erram quando não levam em conta que Deus é justo e justificador dos que crêem em Cristo (Romanos 3:26).

_ Não tem problema, pode dar seu preço!

_ Vamos fazer o seguinte: Passem a noite aqui, e eu lhes trarei a resposta que o Senhor me der. Aí eu falo com ele a respeito, talvez nem precise ir com vocês.

_ Tá bom então, Balaão.

Balaão conhecia o Deus verdadeiro, embora também recorresse a augúrios (v.7, cap. 24:1) e adivinhações (Josué 13:22).

Você deve achar estranho que Balaão invocasse a Deus, pois se tratava de um profeta pagão...

A realidade é que Balaão foi originalmente um verdadeiro profeta de Deus que perverteu seus dons devido a seu afã por obter ganhos materiais.

Como Balaão, existem hoje muitos profetas (pregador ou pastor simbolicamente) que são mercenários que só pensam em si e nas coisas que possam ganhar pelas obras que fazem.

Isto é chamado no Novo Testamento "o caminho de Balaão" (II Pd. 2:15).

Os mensageiros de Balaque ficaram por ali.

À noite, Deus veio a Balaão...

E o que aconteceu nesta noite, é o que veremos na próxima postagem.

Em Cristo!

A seguir: O Profeta Balaão

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores