Josué 1:4-6 - Seja forte e corajoso...

Seja forte e corajoso...

Josué 1:4-6

No artigo anterior, acompanhamos Deus, dizendo a Josué para se levantar e colocar a planta de seus pés na terra que foi prometida a o povo. Josué teria que tomar uma ação. Mas parece que Josué, embora muito capacitado pelos anos de experiência, estava um pouco desanimado com a morte de seu líder. Deus então, continua, reafirmando sua promessa, mostrando inclusive a visão de futuro em termos de territórios bem definidos.

O território preciso da terra é descrito. Esta não foi uma promessa "torta no céu". Descreveu terra real com limites reais.

_ Entregarei a vocês toda a terra que vai desde o deserto, no sul, até os montes Libanos, no norte, e desde o Eufrates, ao leste, até o Mar Mediterrâneo, ao oeste.

A vitória está garantida não porque Josué seja um grande líder, ou porque Israel é uma grande nação, mas porque Deus é um grande Deus, e Ele diz a Josué, eu estarei com você . Isso é suficiente para qualquer homem que busca fazer a vontade de Deus.

É bom lembrar que o povo de Israel não chegou a ocupar todo o território que herdara (apenas 10%).

_ Você nunca será derrotado. Eu estarei com você como estive com Moisés. Nunca o abandonarei.

Sabendo de antemão as provações a frente, Deus de início encoraja a Josué e lhe dá bom conselho:

_ Seja forte e corajoso porque você vai comandar este povo quando eles tomarem posse da terra que prometi aos antepassados deles.

Josué é chamado à ousadia em Deus. Isso expõe a fraqueza de Josué; havia uma necessidade para tal ordem, porque mesmo um grande líder como Josué precisava de tal encorajamento.

Certa vez, ouvi sobre um homem que se vangloriava de ter cortado a cauda de um leão com seu canivete. Perguntado por que ele não havia decepado a cabeça do leão, o homem respondeu: "Alguém já havia feito isso."

Às vezes é fácil ser arrogante e fingir ser corajoso, mas o que Josué precisava de verdadeira bravura e coragem.

Essa ordem de “ser forte”, será repetida diversas vezes a Josué, talvez por causa de seu caráter natural em não desejar uma posição tão proeminente.

Veja que Deus não prometeu a Josué mais do que promete hoje ao cristão. O Criador do universo, o Pai da eternidade, prometeu todos seus recursos para ajudar-nos a vencer e Deus prometeu a Josué nada menos que isso.

Josué, apesar de ser uma pessoa de grande coragem, da qual ele havia dado provas suficientes, ainda precisava dessas exortações, em parte porque seu trabalho era grande, difícil e longo e, em grande medida, novo.

Talvez, por conta de crenças limitantes, tinha uma opinião muito mesquinha de si mesmo, especialmente se comparado com Moisés: e lembrando-se de quão perversas e ingovernáveis ​​aquelas pessoas eram, mesmo sob Moisés, ele poderia muito bem suspeitar que o fardo de governá-las seria pesado demais para seus ombros.

O fato é que Deus nunca prepara algo para que o cristão recue. A falta de coragem é um defeito de fé, e "sem fé é impossível agradar a Deus"...

Uma das maiores necessidades de nossos dias é a coragem. Coragem para confessar a Cristo em palavras e em atos em toda ocasião. Coragem para acreditar na a Bíblia e viver em harmonia com ela.

Coragem para expressar nossas convicções e ater-nos a elas ainda que estejamos em minoria. Satanás não teme a sabedoria, nem a influência, nem as riquezas, mas treme diante de um destemido corajoso que avança com fé.

Um corajoso inspirado por Deus se arma de invencível poder. Deus estava preparando a Josué para desempenhar uma tarefa que exigiria plena fé e confiança nele. Sem dúvida Josué era consciente de sua própria incapacidade. Não tinha almejado à alta honra e à grande responsabilidade da posição que agora era de sua responsabilidade.

Portanto, quando recebeu o convite para assumir o posto deixado por Moisés, deve ter lhe faltado momentaneamente à coragem necessária e precisou receber ânimo da parte de Deus.

Essa coragem não estaria no próprio Josué, mas em Deus. Podemos estar cheios de autoconfiança que nos levará à ruína, mas devemos estar cheios de uma genuína confiança de Deus.

Não devemos confundir coragem com valentia. Coragem é algo que vem de dentro de cada um de nós. E se dentro de você habita o Deus todo poderoso, você pode encontrar uma fonte de coragem inesgotável.

Valentia, por outro lado, vem de fora. Depende de circunstancias externas. Eu posso ser muito valente com alguém menor que eu. Eu posso ser muito valente ao telefone. Então, dependendo das circunstancias externas, posso ser muito valente. Quando sentimos nossa incapacidade, dificilmente seremos valentes.

Quando um ser humano sente verdadeiramente sua própria incapacidade, se pedir coragem a Deus, Ele o capacitará para assumir grandes responsabilidades.

Em Cristo! 

A seguir: O equilíbrio na palavra de Deus


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

Um comentário:

  1. Deus não chama os capacitados, mas capacita os chamados. Amém!

    ResponderExcluir



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores