Josué: 10: 15-43 - Um dia de grandes vitórias!



Um dia de grandes vitórias!

Depois disso Josué e o seu exército voltaram ao acampamento de Gilgal.

A batalha já estava quase terminando quando os israelitas perceberam que os cinco reis amorreus haviam sumido.

Os cinco reis escaparam e se esconderam na caverna de Maquedá, mas foram descobertos.

E Josué ficou sabendo que estavam escondidos lá.

Então Josué, deu a seguinte ordem:

_ Rolem umas pedras grandes para a entrada da caverna e continuem perseguindo os soldados amorreus. Depois a gente vê o que fazer com esses cinco aí.

A ordem foi cumprida, e os israelitas mataram quase todos os amorreus.

Os que conseguiram escapar se refugiaram dentro dos muros de suas cidades, tremendo de medo e bendizendo a sorte.

Então os soldados de Israel voltaram a Maquedá, onde Josué mandou que tirassem as pedras da boca da caverna.

Assim o fizeram, e levaram os cinco reis à presença do líder.

Josué ordenou que seus oficiais botassem os pés no pescoço dos reis e em seguida os degolou.

Este procedimento era costume no Oriente como pode se ver em certos monumentos assírios e egípcios.

Era símbolo de vitória completa. Para os israelitas era uma demonstração da completa sujeição a qual Deus reduziria a todos seus adversários

Os cadáveres foram pendurados em postes de madeira e ali ficaram até a noite, quando Josué instruiu seus homens para que pusessem os corpos dentro da mesma caverna, e cobrissem a entrada com pedras.

Ainda naquele mesmo dia, Josué matou todos os moradores e o rei de Maquedá, depois foi até Libna e fez o mesmo, foi em Laquis e os derrotou.

A cidade de Gezer não se encontrava na rota do Josué, mas seu rei Horam veio em defesa do Laquis. Josué brigou contra ele e o derrotou, mas não tomou sua cidade.

Evidentemente Horam tinha com o rei do Laquis um pacto de ajuda recíproca em caso de um ataque a qualquer das cidades.

Mais tarde Gezer foi designada como uma das cidades levíticas.

Josué e seu exército ainda derrotaram toda a população de Eglom, Hebrom e Debir.

Com isso concluiu boa parte da conquista de Canaã num só dia.

Toda a região que vai de Cades-Barnéia até Gaza e de Gosém até Gibeão era agora território israelita.

Por um tempo os israelitas ficaram sem mais perigo de ataques.

Foi um dia excepcional, pleno de grandes vitórias.

Em Cristo!


Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

4 comentários:

  1. Bom dia!
    Vim conhecer seu blog e estou seguindo para não perdê-lo de vista...
    Moro em Israel e vim convidá-la pra conhecer meu blog:
    www.israelcompras.com
    Bjks
    Vivi-Israel

    ResponderExcluir
  2. Olá Vivi!

    Parabéns pelo seu blog, ele é lindo!

    Em Cristo!

    ResponderExcluir
  3. E só violência, matança, degola, Não sei quem é mais violento -Deus ou o Diabo. ETA Josué que gosta de sangue. E uma vergonha fazer um artigo sobre essa carnificina.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, se você tivesse que participar de uma guerra pra defender seu país, você provalvemente matararia seu inimigo. Ou, você permitiria que o inimigo te matasse, porque você é da paz? E se tivesse a chance de pegar um bandido que ameaçasse você e sua família, você não reagiria? Deixa de ser ignorante!

    ResponderExcluir



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores