I Samuel 18:6-16 - Saul tenta matar Davi... Tenta.


Saul tenta matar Davi... Tenta.

I Samuel 18:6-16

Tudo parecia estar muito bem no reinado de Saul...

Davi era um herói nacional. Por conta disso, o rei firmava sua reputação por tê-lo descoberto e pela maior vitória da história contra os filisteus. Jônatas vivia bons momentos e tinha um grande amigo. Davi saia-se bem em todos os lugares aonde Saul o enviava e por isso foi promovido a comandante do exército real. E isso agradou a todo o exército, inclusive aos outros oficiais. 

Só que algo aparentemente inocente veio perturbar a paz na corte. Uma cantiga nova começou a se espalhar por Israel quando o exército voltou da batalha. 

As mulheres cantavam e dançavam na rua enquanto Saul desfilava em carro aberto, e ao prestar atenção na letra o rei ficou muito indignado. Que música era essa? 

_ Saul matou mil; Davi matou dez mil!

Foi uma situação muito constrangedora para vaidoso rei. E obviamente Saul não gostou nada disso. Ficou muito zangado e disse:

_ Mas que absurdo! Que palhaçada é essa? Para mim as mulheres dizem mil, mas para Davi dizem dez mil? A única coisa que está faltando agora é ele ser rei!

E desse dia em diante Saul começou a ter ciúme de Davi e a desconfiar dele.

No dia seguinte ao desfile, o tal espírito maligno dominou Saul, e dessa vez com força total. 

Ele começou a agir como louco dentro de casa. Tomado pela paranoia, tinha certeza de que Davi pretendia usurpar-lhe o trono.

Davi, sem saber do que se passava na mente demoníaca do rei, correu para seus aposentos para tocar harpa à talvez assim aplacar a fúria da Saul. 

Ao ouvir o som da harpa foi ao encontro de Davi. Lá estava ele tocando, como fazia todos os dias, e Saul segurando uma lança.

Então Saul pensou assim:

_ Vou espetar este miserável na parede como uma mariposa de coleção.

Pensou e agiu. Babando de raiva, atirou covardemente a lança contra Davi.

O jovem, porém, tinha reflexos rápidos, e conseguiu desviar-se da lança. 

Tomado pelo ódio e pela loucura cega, Saul tentou mais uma vez, e outra vez Davi desviou-se. 

Davi como não era besta nem nada, saiu correndo como um guepardo. 

MAS O SENHOR estava com Davi e havia abandonado Saul; por isso, Saul tinha medo de Davi. 

Depois deste episódio, Davi não voltaria mais a tocar sua música no palácio, mas por iniciativa do rei, foi nomeado a um simples comandante de mil homens. Saul não suportava mais ver a cara do moço ruivo.

Colocando-o nesta posição intermediária não tão alta a ponto de ficar longe da batalha nem tão baixa a ponto de ser apenas mais um entre tantos, Saul esperava que os filisteus logo o livrassem daquela pedra no sapato. 

Davi comandava os seus soldados na batalha, e tudo o que fazia dava certo, pois o SENHOR estava com ele. 

Saul via o sucesso de Davi e ficava ainda com mais medo dele. 

Tudo o que ele fazia dava certo, os israelitas o adoravam, e o ódio do rei por Davi não parava de crescer, como veremos na próxima postagem!

Em Cristo!

 A SEGUIR : 

Davi paga 200 prepúcios para casar com Mical!

I Samuel 18:1-4 - A amizade entre Davi e Jônatas!


A amizade entre Davi e Jônatas!

I Samuel 18:1-4


O temível Golias não existe mais, um momento de paz é vivido no reinado de Saul, Davi o herói vive no palácio e aos poucos vai se acostumando com novas amizades.

Uma das amizades mais importantes e confiáveis de Davi iniciada com o filho de Saul, Jônatas.

Os dois haviam se tornado grandes amigos. Eram confidentes, tinham um senso de humor parecido. Eram ambos corajosos e impetuosos como qualquer jovem. Os dois amigos tinham uma fé simples no poder e na atuação de Deus. Eles eram iguais quanto a isso. 

Os dois teriam mais oportunidades para suas longas conversas, para as aventuras e para batalhas.

A amizade era tão verdadeira e sincera que Jônatas e Davi fizeram um juramento de amizade, pois Jônatas tinha grande amor por Davi. 

Certa vez Jônatas como demonstração de sua alegria, deu de presente algumas de suas coisas: uma capa, uma espada, um arco, um cinto e até sua armadura.

_ Ei, seu desajeitado, toma aqui, um presentinho para você.

_ Pô, Jônatas. Você não sabe que eu não sei usar armadura?

_ Sei, por isso mesmo te dei essa de presente. Você precisa se acostumar.
Não pode sair por aí matando gigantes sem uma armadura.

_ Engraçadinho...         

_ Engraçado foi ver você usando a armadura antes de ir lá matar o Golias. Parecia uma tartaruga.

_ Tartaruga é tua vó.

_ Apelou, perdeu playboy!

_ Vai ver se estou na esquina.

_ Babaca.

_ Hahahahaja!

Davi e Jonatas desenvolveram um belo exemplo de amizade masculina.

A lealdade entre os dois era tão ou mais forte que um afeto entre irmãos
Nas próximas postagens veremos o quanto à amizade de Jônatas foi valiosa para Davi.

Sempre que se fala da amizade entre Jônatas e Davi, alguns desocupados levantam a hipótese do relacionamento homossexual entre os dois.

Nos últimos tempos temos visto muitos homossexuais procurando na Bíblia textos que possam apoiar suas práticas.

Um dos textos que têm sido usados é o que fala a respeito de Jônatas, filho do rei Saul, e o rei Davi. 

Como se fosse impossível uma amizade entre dois homens...

O livro de provérbios destaca que existem amizades tão fortes que podem até superar o amor de irmãos: O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão.” (Provérbios 18.24). 

Era esse tipo de amor especial, forte, leal, compromissado que havia entre Jônatas e o Rei Davi, conforme os relatos bíblicos!

A dificuldade de Davi nunca foi homossexual.

Seu problema era a poligamia (Mical, Abigail, Ainoã, Maaca, Hagita, Abital,Eglá, Bate Seba e outras) e seu adultério com a mulher de Urias mostram que a dificuldade do famoso salmista era heterossexual (1 Sm 18.27, 25.42-43, 2 Sm 3.2-5,11.1-27).

Sobre este assunto escreveu muito bem o rabino Henry I. Sobel, da Congregação Israelita Paulista: 

“O íntimo relacionamento entre Jônatas e Davi é visto na Bíblia como um modelo de amizade. Em nenhum lugar das Escrituras se encontra referência a uma ligação homossexual entre eles. O versículo normalmente citado para justificar o homossexualismo é aquele em que Davi chora a morte de Jônatas, dizendo: ‘Teu amor me era mais precioso que o amor das mulheres’ (2 Sm 1.26). É importante observar, entretanto, que a palavra hebraica ahavá não significa apenas amor no sentido conjugal/sexual, mas também no sentido paternal (‘Isaque gostava de Esaú’, em Gn 25.28), no sentido de amizade ( ‘Saul afeiçoou-se a Davi’, em 1 Sm 16.21), no sentido de amor a Deus (‘Amarás o Senhor, teu Deus’, em Dt 6.5) e no sentido de amor ao próximo (‘Amarás o próximo como a ti mesmo’, em Lv 19.18). Em todos estes exemplos, o verbo usado na Torá (a Bíblia hebraica) é ahavá. É por razão linguística — e não por falso pudor — que a maioria das traduções bíblicas cita 1 Samuel 1.26 ‘Tua amizade me era mais preciosa que o amor das mulheres’.” 

Em Cristo!

A seguir: Saul tenta matar Davi... Tenta.


1 Samuel 17: 55-57 - Davi vai morar no palácio de Saul


Davi vai morar no palácio de Saul

1 Samuel 17: 55-57

 Assim, quando Davi voltou para o acampamento, depois de matar Golias, Abner primo do rei Saul e comandante de seu exército o levou a Saul. 

Davi ainda estava carregando a horrível cabeça de Golias.

Saul perguntou:

_ Rapaz, quem é você?

_ Sou filho do seu criado Jessé, da cidade de Belém! 

_ Há, o garotinho tocador de harpa, como pude esquecer?

_ Garoto, não sei como prestar a você homenagem à altura do que você fez.

_ Que é isso, seu Saul…

_ A partir de hoje você será meu músico particular. Que tal, hein?

_ Puxa… Sinto-me honrado, majestade.

_ Você vai começar hoje mesmo! Pode trazer seus panos e avisar seu pai que agora você mora aqui no palácio.

_ Morar aqui? Mas eu tenho família em Belém, majestade.

_ Sua família pode vir visitá-lo quando quiser. Está decidido!

Parecia nascer neste momento uma bela parceria... Parecia...

Em Cristo!

 a SEGUIR: a amizade de Davi e Jônatas

1 Samuel 17: 48-54 - Davi, corta a cabeça de Golias!


Davi, corta a cabeça de Golias!

1 Samuel 17: 48-54

Dizendo isso, Golias começou a avançar na direção de Davi. O rapaz não se intimidou com o gigante, e saiu correndo contra ele. Enquanto corria, enfiou a mão em sua sacola e pegou uma das pedras. 

Quando já estava suficientemente perto de Golias, enfiou a pedra numa funda e começou a girá-la sobre a cabeça. 

Depois de muito girar, soltou uma das pontas da funda e a física de Deus se encarregou do resto: a pedra saiu pela tangente e voou, indo cravar-se justamente no meio da testa do filisteu, que por coincidência, era única parte desprotegida de seu corpo.

O gigante vacilou um pouco, olhando fixamente para Davi mas sem entender o que acabara de acontecer. 

Depois de um tempo assim parado, dobrou os joelhos e caiu de cara no chão. 

Davi correu, ficou de pé diante dele, tirou a espada de Golias da bainha e com sangue no zóio, cortou-lhe a cabeça do gigante sem piedade.

O jogo agora muda completamente. O acampamento israelita de uma hora para outra se enche de coragem, e em clamores de vitória explodem como quem ganha um campeonato.

Enquanto no lado filisteu um silêncio sepulcral hipnotiza o poderoso exercito, que não conseguia digerir o acontecimento ainda inacreditável. 

Mas quando finalmente se deram conta de que era verdade mesmo que seu maior campeão acabara de morrer nas mãos de um pastorzinho adolescente, ficaram apavorados e bateram em retirada. 

Os israelitas por sua vez, mais confiantes do que nunca, atravessaram o vale e os perseguiram até as cidades de Gate e Ecrom, na Filistia. 

Depois de matarem muitos inimigos e entocarem outros tantos em suas cidades, os israelitas voltaram e despojaram o acampamento filisteu.

Já Davi, levou um presentinho, a cabeça de Golias para Jerusalém.

E como souvenir, voltou para casa, levando as armas do outrora gigante Golias.

Davi experimentava agora seu primeiro case de sucesso. E que sucesso. Não bastasse isso, ainda trabalhava no palácio e tinha a confiança do rei.

Mas algo lhe tirava o sono... De vez em quando, lembrava-se da estranha visita de Samuel à sua cidade, e sabia que em sua história algo maior estava para acontecer.

Como veremos mais a frente.

Em Cristo!

A SEGUIR: Davi vai morar no palácio de Saul



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores