2 Samuel 5:17-25 - Davi derrota os filisteus


Davi derrota os filisteus


Quando os filisteus souberam que Davi tinha sido ungido como rei de Israel, o seu exército saiu para prendê-lo. Só podemos imaginar as conversas que devem ter ocorrido entre os 5 reis filisteus quando receberam a notícia de que Davi se tornara rei de Israel. 
O rei Aquis deve ter sido o principal alvo das críticas por seu papel em oferecer o santuário a Davi entre eles (1Samuel 21:10-15); (27:1-28). Na verdade, Davi fez parte do exército filisteu por um curto período de tempo, e isso daria a ele conhecimento que agora poderia ser usado contra os filisteus. E foi por isso que os filisteus escolheram ir para a ofensiva, esperando quebrar as costas do exército de Davi e livrar-se de um inimigo formidável.
Do ponto de vista estritamente militar, pode ter sido uma boa decisão. Quanto mais eles esperassem, mais Davi consolidaria seu reino, e maior seria sua força militar. 
Mas Davi era o rei de Deus, governando o povo de Deus, e assim ele não seria derrotado tão facilmente. Quando soube disso, Davi desceu para a fortaleza. 
Mas os filisteus já tinham chegado ao vale dos Gigantes e o ocuparam. Então Davi perguntou a Deus, o Senhor:
— Devo lutar contra os filisteus? Tu me darás a vitória?
— Vá! — disse o Senhor. — Eu lhe darei a vitória.
Então Davi foi até Baal-Perazim e ali venceu os filisteus. Ele disse:
— Como uma enchente que derruba tudo, assim o Senhor abriu uma brecha no meio dos meus inimigos. Por isso, aquele lugar é chamado de Baal-Perazim. Ali os filisteus abandonaram os seus ídolos, e Davi e os seus soldados os levaram embora.
Mas os filisteus não desistiriam tão facilmente; não estavam dispostos a deixar sua primeira derrota permanecer assim. Eles queriam uma revanche. E assim fizeram outro ataque contra Davi. E mais uma vez eles se espalharam no vale de Refaim. (É quase como se eles desejassem recriar a primeira batalha novamente, não é?
Davi deveria lutar contra eles, como havia feito antes? A resposta de Deus foi que ele deveria lutar contra os filisteus, mas não da mesma maneira que ele havia feito no passado. Desta vez, em vez de atacá-los de frente, Davi deveria atacar por trás deles. Eles não deviam atacar até ouvirem o “som de marcha nas copas das árvores de bálsamo”.
De madrugada, Davi convocou seus homens para a batalha. Saíram em silêncio pelos portões de Jerusalém, marcharam em arco até o bosque das amoreiras e ficaram lá, de tocaia, esperando a ordem de Davi para o ataque. 
O rei só esperava o momento certo, mas levou um susto quando ouviu distintamente o som de passos sobre a copa das árvores. Era incrível, era impossível. Mas estava acontecendo e, olhando para seus soldados, ele viu em seus rostos o mesmo espanto que sentia. Que Davi se lembrasse, a história mais recente de Deus agindo dessa forma para ajudar os homens era aquela do poço para matar a sede de Sansão, e isso acontecera já fazia alguns séculos. 
Então Deus viera mesmo lutar ao lado de seu povo, depois de tanto tempo de ausência? Animado pela ajuda inesperada, Davi deu a ordem de ataque, e o exército israelita marchou contra os filisteus. Os inimigos foram derrotados, e expulsos de volta para suas terras costeiras. Nunca mais eles viriam a ocupar o interior de Israel.
Com essa vitória rápida, Davi firmava-se de vez no trono. A expulsão dos filisteus das tribos do sul, esperada havia tantos anos, dava ao rei inquestionável autoridade.
Alguns parecem pensar que foi apenas o barulho do vento nas árvores que ocultou os sons da aproximação de Davi. Eu acho que há mais do que isso. Deus é infinito e parece deliciar-se em trazer a vitória militar ao Seu povo de uma maneira infinita. 
Deus já usou uma tempestade, com seus raios e chuvas, o que é totalmente prejudicial para aqueles cujas armas são feitas de ferro, e a lama causada pelas chuvas também não ajuda os carros a funcionarem bem (1 Samuel 7: 10
Deus mais tarde empregou um terremoto para abalar o inimigo (1 Samuel 14:15). 
Antes, Deus deu a Israel vitória sobre os amorreus, apedrejando o inimigo com pedras de granizo (Josué 10:11
Em 2 Reis, capítulo 7, Deus amedrontou o exército sírio, fazendo-os ouvir os sons de um grande exército, mas não havia nenhum (versículos 6-7). 
Portanto, estou inclinado a tomar as palavras do nosso texto (2 Samuel 5:24) como relato de outra grande “apresentação multimídia” de Deus, que serviu para enervar o inimigo e pavimentar o caminho para sua derrota nas mãos de Davi.
Essa derrota foi tal que Davi perseguiu os filisteus de volta ao seu próprio território (Gezer está virtualmente na fronteira do território dos filisteus). A derrota dos filisteus é decisiva. 
É claro que há um grande sentimento de alívio e alegria por chegar a esse ponto da vida de Davi. Faz muitos anos que Samuel ungiu Davi como rei de Israel. Davi passou por muitas experiências dolorosas para chegar a esse ponto. 
Houve bons momentos, como servir na casa de Saul como seu músico e tornar-se amigo íntimo de seu filho Jonathan. Houve a derrota de Golias e houve promoções de Saul. Houve a bênção do casamento com uma das filhas de Saul, tornando Davi parte da família real. Mas houve muitos momentos ruins também. Houve anos de espera, de se esconder de Saul com medo de perder sua vida. Houve até momentos em que Davi teve que procurar refúgio entre seus inimigos. Agora, tudo isso culminou em seu reinado sobre todo o Israel. É realmente um momento de alegria,
Estou impressionado com Davi, especialmente quando comparado com Saul. Ao contrário de Saul, Davi busca continuamente a vontade de Deus e se esforça para obedecer a Seus mandamentos.

A seguir: A arca da aliança é levada para Jerusalém

Sobre o Autor:
CLAILTON LUIZ Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Coach, Analista Comportamental e amante da Palavra de Deus!

0 comentários:



Dicas de como usar este blog



1. Ore, peça que Deus fale com você.


2. Leia em sua Bíblia os versículos sugeridos do dia.


3. Agora leia o comentário no blog dos versículos que você acabou de ler em sua Bíblia.



4. Volte para sua Bíblia, e a personalize, faça anotações, sublinhe etc. Quando você ler novamente estes mesmos versículos, vai lembrar-se da mensagem.


5. Se desejar, deixe seu comentário no blog.


6. Guarde em seu coração, o que você aprendeu com a palavra de Deus neste dia e compartilhe com outras pessoas.


7. Indique este blog.


8. Inscreva-se como um seguidor.


A palavra de Deus não é para ser apenas lida como se lê um livro ou um jornal, é para ser meditada, decorada e estudada.

Seguidores